sábado, 3 de dezembro de 2011

Direito

É provável que se houvesse possibilidade de voltar no tempo e rever as decisões que fazem parte da nossa vida, eu não teria estudado Direito. Nem sei se as coisas se sairiam melhor, mas escolheria algo mais lúdico. Sei lá. Primeiro são os cinco anos de Faculdade, estágios, aprovação no exame da ordem dos advogados e ao final a escolha por três caminhos: a advocacia, a carreira pública ou o magistério. 
A instabilidade da advocacia, a lentidão da justiça, a pressão dos clientes e a realidade forense, me fizeram excluir esta opção. Magistério não rola. Me restou a terceira opção: a carreira jurídica. Tal escolha importa em renúncias na vida pessoal nos mais diversos sentidos. Depende de muito esforço e continuidade.
Com concurseiros de sucesso, começo a aprender que o caminho é longo, árduo, mas possível. Usar as insatisfações pessoais como ferramenta de propulsão é uma boa ideia. De verdade, estou de saco cheio do meu trabalho atual. Preciso de algo novo ! Sou extremamente ansiosa e quero que as coisas aconteçam rápido. Não dá certo.
Após cursos preparatórios (Damásio, LFG e FMB), cheguei à conclusão de que: Agora o negócio é comigo. Tenho material e orientação para lapidar o que aprendi durante este período de preparação. 
Por enquanto essa é a minha saída. 



Fiz uma lista de desejos (não materiais) e coloquei dentro da minha carteira. Ano que vem abro. Espero agradáveis surpresas.

Pin It now!

24 comentários:

Luciana disse...

Larissa, vc já leu "Comer rezar amar"? Achei o filme fraquinho, mas o livro é ótimo. E a protagonista, em mtos aspectos (como a ansiedade), me lembra vc.

Luciana disse...

Aliás, um livro que acho que vai te ajudar demaaais: http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=22871304&sid=624971245131117742266460

Aqui tem um trecho: http://veja.abril.com.br/livros_mais_vendidos/trechos/mentes-ansiosas.shtml

Beijos

sshelena disse...

Oi, guria!
Finalmente resolvi comentar por aqui...
Estou na mesma que tu, com a diferença que fiz um primeiro curso mais "lúdico" (Farmácia) e depois Direito...
Acho que, de qualquer forma, a gente nunca fica plenamente satisfeita com nossas escolhas. Sempre vai ter aquele "e se"...
Mas, sei lá, o importante é escolher um caminho e focar: assim se emagrece e, tomara, assim se passa num concurso legal...
Seguimos na batalha!
Boa sorte!
bjs

Bruxa do 203 disse...

Não sou da área do Direito, mas entendo perfeitamente quando vc diz que está de saco cheio do seu trabalho. Estar em um lugar que não nos permite usar toda a nossa capacidade, que não nos desafia, deixa uma sensação muito chata.

TV Coach disse...

Boa noite querida!
Já te acompanho a bastante tempo.
venho oferecer-lhe um processo de Coaching online e o faço com toda satisfação, pois tu és a Coachee dos sonhos, ou seja, uma pessoa comprometida com seu desenvolvimento pessoal.
Segue meu e-mail, caso tenha interesse, entre em contato que lhe enviarei um material explicativo sobre Coaching, bem como as ferramentas para a primeira sessão online.
( coachthaiza@gmail.com)

Gatoleta disse...

Talvez... mudar de ideia e refazer as coisas nunca é tarde demais!! ^^

Fernanda disse...

Estudo por volta de dois anos para concursos... Passei agora em um concurso (que é muito bom, mas não é o que eu quero) meu foco tb é o MP. Não consegui conciliar a RA com os estudos, esqueci totalmente de meu corpo e saúde para estudar. Só vou te tranquilizar uma coisa, emagrecer é mais difícil que passar.. Se vc conseguiu.... passar somente é um novo desafio.

Boa sorte e se precisar trocar ideia de materiais estou aí..

Glau disse...

Acho que a carreira é um aspecto que causa muita ansiedade e indecisões. Eu, no auge da faculdade de Pedagogia, não sei se é isso que realmente amo fazer. Quero trabalhar com prazer, ver resultados. Por mais lúdico que o curso que faço seja, sei que no fundo o meu lúdico é psicologia. Sonho em acordar e ir trabalhar por amor e não para satisfazer minhas necessidades, mas se for preciso passar por isso para realizar o que quero, vou passar. Então, desejo o mesmo a você. É tempo de novas conquistas.
Beijos,
Glau.

Laíza disse...

Larissa, em toda carreira, para ser bem sucedida, vc precisa se sacrificar mesmo, no direito ou em qualquer outra. Tudo depende de onde vc quer chegar.
Continue no seu objetivo , sem ansiedade, pq concurso público é meta de médio a longo prazo, coloque isso na cabeça e vá sem olhar para trás. Concurso é uma fila que anda, e logo chega sua vez. Quanto mais vc estudar, mais rápido a fila vai andar.Como vc está estudando faz tempo, já deve ter uma boa bagagem. Boa sorte.
Não desanime não, a vida não é fácil para ninguém, todos nós temos nosso ponto fraco e muitos problemas. Mas é a vida!

Abraços, adoro o blog.

Sonhando os sonhos de Deus disse...

realmente carrreira é algo complicado...Eu gosto muito do q escolhi pra fazer (fonoaudiologia) e tb nao é nada facil o campo aki na minha cidade ainda é muito restrito, msas estou tentando...espero q vc consiga se encontrar....tenha calma e paciencia...Boa sorte!!!
beijus

Maryluce disse...

Acho que qualquer carreira deixa sua insatisfação, eu precisei trancar o curso de biologia pois, não estava conseguindo conciliar estudos e trabalho, pensei muito em fazer direito, imaginei que fosse uma carreira mais específica e com um campo mais abrangente, vc podeira falar mais sobre o assunto? Desejo que consiga o que realmente deseja. Beijos!!!

LU disse...

Oi Larissa, se for fácil talvez não seja destinado para você. Quando nasce o desejo, nasce o poder de realizá-lo, não desista...
Fiz sua receita de pão e como estava sem tempo coloquei pra assar na máquina de pão sabe que ficou uma delícia!?!. adorei.
beijus

Lidy disse...

Então...que coisa...

Tb fiz direito...passei na OAB...e desisti de seguir qualquer uma dessas 3 opções que vc citou...

Acabei passando em um concurso que nada tem haver com direito...e aqui estou....

Se tivesse a cabeça que tenho hoje jamais teria feito direito....

Beijão!

Silvia disse...

Pois, menina! O meu caso é o contrário, rsrsrsrs Me formei na área que amoooo, só que fiz concurso para uma profissão nada a ver, porém com salário bem agradável que me permite muitos mimos, viagens, qualidade de vida. Massss, não me sinto nem um pouco realizada, não tenho muita afinidade na área que estou, trabalho em escala de serviço (ou seja adeus feirados e finais de semana) e não tenho coragem de mudar, pois na minha área de formação o salário cairia para menos de 1/3! E outro concurso que pague o mesmo é extremamente concorrido e não tenho como me preparar... Resultado: tô fazendo análise para encontrar um estímulo para seguir em frente! Beijo!

gordinha da silva disse...

é isso ai....força na peruca

Lucilene disse...

Adorei o que escreveu no post...me identifiquei muito.Não pela profissão que escolhi, mas sim pela área que estou trabalhando...

Enfim, tomara que tudo dê certo para você e vai dar, pois é determinada!

Ah, eu faço todos os anos esta listinha pessoal de desejos, é ótimo abrir no final do ano e ver tudo que conquistou, coisas que nem lembrava que tinha desejado...

eternal search disse...

Tb fiz Direito e me formei há um ano. Se fosse hoje, não teria feito. Não fui feliz no curso. Mas decidi que esse erro não vai definir quem eu sou. Eu sonho muito com a carreira diplomática ou com a de analista de comércio exterior. Não preciso estar presa a essa área. Vc já pensou em fazer concurso para outras áreas ? A Receita Federal vai lançar concursos com MIL vagas por 4 anos seguidos (mil cada ano). Pq vc não pensa em outros concursos, outras carreiras ? Essas de que falei aceitam qualquer diploma. Eu tb achava que a área jurídica era a minha única opção, mas depois descobri que tem muito mais opções e eu não preciso ficar presa ao Direito _o que me deixava infeliz_ como eu estava.

Dona Enxaqueca disse...

Tenho esse mesmo tipo de frustração... Também tenho a impressão que não deveria ter feito direito, mas algo mais criativo e dinâmico... E hoje, assim como vc, também estou nessa vida de concurseiro... Vira e mexe ainda tenho vontade de largar tudo e fazer teatro! ;)

LuRussa disse...

que lindas !!! eu tenho várias camisetas da Threadless, mas a maioria mais escura...quero comprar uma branquinha agora.

Ahh, sobre escolhas erradas...me lembro qdo eu prestava vestibular - meu pai só me disse uma coisa : faça tudo, menos direito ! pq a maioria acaba sendo escrivão ou em algum orgão da prefeitura. Aí decidi fazer outra coisa..rs...mas sempre há chance de mudar !!! normal...

bjos !

Fernanda Pozzi disse...

Larissa! Desafios nos fazem crescer como seres humanos. Fique tranquila, tudo tem a sua hora, quando a gente planta coisas boas, logo logo colhemos os bonsa frutos.

Eu sempre fui a pessoa mais feliz do mundo disse...

Eu também fiz direito e ando perdida. Estou estudando para concursos, mas já trabalho, tenho 3 filhos e uma casa para cuidar. O que me da um estímulo são as aulas do Willian Douglas.

Força!!! Adoro seu blog

Blog de Idiomas disse...

Você poderia se tornar tradutora de inglês jurídico...

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amanda disse...

Oie!!!
Já faz tempo que leio o seu blog, há anos, por indicação da minha mãe, pois ela vem lutando para emagrecer há mto tempo, e sempre ela comentava sobre seu site (e eu estou engordando...) Eu tbm fiz direito, o ano passado foi meu último ano na facul. Por enquanto ainda estou fazendo estágio na Defensoria Pública, mas em junho terei que sair porque meu contrato vence... Então estou meio confusa, não sei o que fazer direito... A situação se agrava ainda mais porque pretendo me casar o ano que vem, e tenho tanta coisa para decidir.. Preciso achar um emprego, começar a reforma da casa, fazer cotação para festa.. ai ai, já cansei só de pensar!! rsrsrsrs Mas esses planos é que devem me impulsionar, não é mesmo?(momento desabafo!! rsrsrs) É como vc escreveu no bolo que aparece no video: "só não consegue quem desiste"! Tenho certeza que se vc persistir, conseguirá!! Minha chefe fala que ficou 2 anos sem ter vida social, mas fale a pena! O caminho é difícil, mas não impossível!! Estou torcendo por vc! e obrigada por compartilhar sua história!! Bjos Amanda