quinta-feira, 31 de março de 2011

Dia 03 de 33



Hoje não foi um dia exemplo. Comi pão francês quando deveria comer pão integral. Não almocei. Comi banana amassada com aveia. No meio do caminho apareceu um pão de queijo. No meio da tarde um bolo de maçã e em casa uma fome danada à noite. Amanhã prometo melhorar. E salada ? Onde ? Ah, e não voltei a pé. Frio e preguiça. Ops. Ah, o bolo de banana é com farinha integral. Queria mesmo tomar um belo café da manhã, um belo almoço e um jantarzinho light. Chego lá. 

















quarta-feira, 30 de março de 2011

Dia 02 de 33

No post anterior o creme branco é mingau de aveia com canela

Dá um trabalho danado fotografar tudo o que como e às vezes é engraçado. Hoje, por exemplo, comprei milho cozido no meio da rua e fotografei ali mesmo. Quem viu, deve ter achado graça, já que nem imagina o porquê daquilo (risos). Mas tô nem aí. Ah, falando no milho, não consegui comer o pratinho todo (ele capricha demais da conta).  E a margarina ? Você quer ? Um tiquinho. Colocou uma colherzona. Tá bom ? "Ótimo". Ele: Vou colocar mais um pouco. Não comi praticamente nada da margarina. Voltei a pé com o pratinho de milho na mão. (Milho: 200 calorias) 

Não sei o que aconteceu, mas depois da fase sem farinha de trigo, sinto menos fome. O meu café da manhã, por exemplo, foi bacana: Duas fatias de pão integral, peito de peru, requeijão e uma maçã. Na hora do almoço, estava sem fome. 

Ah, faça o teste. A maçã cortada em cubinhos demora para ser comida e o corpo vai pensando: "Nossa como estou comendo" e vai se saciando ... e na verdade você está comendo uma simples maçã. 

Fiquei com vontade de comer uma mini coxinha na Padaria que saiu bem na hora que estava no balcão comprando pão. Não comi. Viva. 













terça-feira, 29 de março de 2011

Dia 01 de 33


Update: Fotos do que comi hoje









Atividade física: Vou e volto a pé do trabalho. (Estava muito sol na ida. Só voltei)


Meu colar em homenagem aos gatinhos. 




segunda-feira, 28 de março de 2011

Clips gato

Amei.







Farinha !

Acabou meu período sem farinha de trigo e o primeiro prato fez jus à ocasião: Sfogliati recheado com carne desfiada e cozida lentamente em seu próprio molho do Santa Gula na Vila Madalena. 


Sfogliati



Agora de volta à realidade

Quero muito pesar 59,9 quilos nas minhas férias. Não falta muito peso e tenho um tempo razoável até lá. Preciso arquitetar e me esforçar para conquistar esse objetivo. Pensei em algumas estratégias: Tenho exatos 34 dias até lá. A idéia é fotografar absolutamente tudo o que comer até o início das férias (sem exceção), além disso fazer ginástica pelo menos três vezes por semana ! E os alimentos purpurinados serão deixados de lado.Definitivamente, quero os 59 quilos e estou quase lá e usarei as minhas férias como impulso. A festa começa amanhã. Acho que chegou o momento de correr de verdade no Parque e suar muito ! Estou empolgadíssima.


sexta-feira, 25 de março de 2011

Peso


Se faço a minha parte, recebo meu prêmio.

Essa semana fui comprar arroz (a pé) e percebi o quanto pesa um pacote de cinco quilos. Imediatamente, relacionei que carrego este mesmo peso em excesso no meu corpo todos os dias (e imaginei como seria bom me livrar dele). 
Quantos pacotes de arroz você carrega com você, sempre ? Eu carrego um !


Grandezas diretamente proporcionais: 

emagrecimento 
_________________


vaidade 

Acontece naturalmente. Quanto mais emagreço, mais vaidosa fico e o contrário é verdadeiro. Ando numa empolgação danada com vontade de comprar roupas novas, cuidar do cabelo, usar maquiagem e por aí vai Ah, se eu pudesse ($$$$) gastaria muito em mim. 

- Depilação.
- Pé e mão.
- Hidratação.
- Escova.
- Maquiagem.
- Roupas.
- Sapatos.
- Bolsas.

Ai ai. (risos). Pode ser futilidade para qualquer um, mas quem foi obeso me entenderá. Agora as roupas cabem !

Minha próxima compra no Morangão: Shampoo Absolut Repair 


(Meio litro por R$ 57,50) 








Amanhã RESTAURANTE WEEK com as amigas ! 

Prato principal: Lascas de salmão ao molho de maracujá com purê de mandioquinha.
Sobremesa: Delícia cremosa de amora com açaí.
Razoável não ?


quinta-feira, 24 de março de 2011

Morangão (Strawberry)

Update: Caramba ! Primeiro dia de uso e meu cabelo ficou muito brilhante, macio e com cara de quem fez hidratação no cabelereiro. O cheirinho é muito bom também. Vou usar três vezes por semana. Testado e aprovado. 




Sou mesmo fã da morangão, ou melhor, Strawberry que é uma loja virtual de cosméticos, perfumes e maquiagem que fica lá na China e que vende as melhores marcas por excelentes preços. Não cobram frete e a encomenda chega em mais ou menos 20 dias (e normalmente) mandam um brinde. Recebi hoje uma encomendinha: máscara da L´ORÉAL PROFESSIONNEL Lumino Constrast. Lá paguei R$ 28,00 (promoção) e aqui custa R$ 90,00 (três vezes mais caro). Importante comprar em pouca quantidade, pois a Receita Federal pode tributar. O ideal é comprar no máximo 50 dólares. O site diz que devolve se houver tributação, mas não sei como funciona. (Ah, dessa vez não ganhei nenhum brinde)

Vou testar.

O que promete ? Máscara de Brilho para Cabelos com Mechas e Luzes.  Tratamento profundo mecha a mecha para corrigir a taxa lipídica da fibra capilar, desenvolvido especialmente para tratar do brilho dos cabelos com mechas ou luzes. Elimina suavemente os resíduos de seus cabelos, protegendo-os contra o ressecamento, além de evitar o desbotamento das mechas.


Queria mesmo Keràstase, mas nem lá tô podendo, risos. Tenho outras coisinhas divertidas na lista e devagarzinho vou satisfazendo meus desejos. Outro dia passei na M.A.C e experimentei essa máscara fabulosa. Ainda não tem no morangão :( Aqui custa uns R$ 86,00, muito caro. (É a da direita que deixa com um "cilião" daqueles)







Mudando de assunto. Impressionante, né ? (Peguei os comparativos no blog da Rosana Hermann).







(Cristiana Oliveira e Amandha Lee)



quarta-feira, 23 de março de 2011

Tudo feliz por aqui !

A tarefa de passar dois meses sem farinha de trigo está prestes a ser cumprida. Sinceramente, nem eu achei que conseguiria, mas foi mais fácil do que eu imaginava. Depois de alguns dias, nem lembrava do pão, o grande vilão do meu emagrecimento. A idéia da "farinha-off" nada tem a ver com "Deixe de comer farinha de trigo e emagreça 10 quilos em um mês". Definitivamente não. Aliás, eu acho bem ruim tirar qualquer alimento da alimentação. Continuo achando que o melhor jeito de emagrecer é comendo de tudo em pouca quantidade, mas quando chega à reta final, vixe ! Complica mesmo. Acho que foi mais fácil perder 35 dos que os últimos 7. Isso é um estímulo para quem está bem gordinho. O começo é um boom de reflexos positivos na balança.
Bom, mas voltando à farinha, como já disse, deixei ela de lado porque muitas vezes o pão, a pizza, o bolo, os salgadinhos foram responsáveis pelo meu "empacamento" na balança e o exagero que resultava em peso a mais. Sinceramente, cheguei à conclusão de que se tivesse mantido a farinha, mas me alimentado de modo adequado sem exageros, o resultado seria exatamente igual. Fora isso, estou voltando a pé todos os dias, sem exceção ! Já voltei até embaixo de chuva com o guarda-chuvas firme e forte no propósito.
Um dos meus estímulos atuais para seguir em frente sem olhar para os lados, além de EU EU EU, são as minhas férias que estão chegando e que quero estar MAGRONA.
Falando nisso. Os casacos de inverno MARAVILHOSOS já estão nas lojas. Hoje fui dar uma olhada e como é bom ter lá o seu número. Queria todos. 

Vilões do emagrecimento: A LEGGING



Se lembram da calça "bailarina" ? Pois é a legging é a irmã da bailarina. Elas são safadas. Você nem percebe o quanto está engordando usando elas ... Já a nossa amiga a calça jeans sem lycra, nos diz todos os dias: Segura a onda que você não está mais entrando em mim. Cuidado com a legging ! Uma coisa que não fiz, mas deveria ter feito quando estava obesa é parar de comprar roupas maiores. Devia me virar com o que tinha e pronto. Talvez as coisas não tivessem chegado ao ponto em que chegaram ! Estava lembrando aqui que com quase cem quilos fui na C&A comprar calça jeans. Nada entrava e naquela época pouca coisa vinha com lycra. Sei que levei um calça AZUL CLARA de brim (assim que escreve ?) horrorosa e tive que usar. Aiiii que alívio. Nunca mais vou passar por isso ! Nunca.





segunda-feira, 21 de março de 2011

Quilos

Quantos quilos você precisa perder para se sentir melhor ? Se você acordasse com o peso desejado, qual a primeira coisa que faria ? Você subestima a capacidade de conquistar seus objetivos ? O que te impede de emagrecer ? Você consegue comprar roupa normalmente ? Você é gorda de verdade ou só precisa perder alguns quilinhos ? Você usa calça jeans sem lycra ? O que você comeu de "purpurinado" hoje ? Como se sentiu depois ? Você é feliz ? O que falta em sua vida ? Se você tivesse direito a três desejos, quais seriam ?


Bullying X Gordinhos

Na fase mais entusiasmante da vida (adolescência e faculdade) eu era obesa. Era a "gordinha legal" que ninguém paquerava ou gostaria de namorar. Realmente não foi mole. Era a companhia ideal para uma amiga bonita sair, afinal de contas quem olharia para a gordinha ? Felizmente, as pessoas com as quais convivia me respeitavam (pelo menos na minha frente). Na escola eu nunca fui xingada, provavelmente, porque eu revidaria e acho que eles sabiam disso. O único apelido que me deram foi "PORPETTA", que eu nem liguei. O meu medo era passar perto daqueles ônibus escolares cheios de crianças e ficar à espera de um xingamento, mas aconteceu poucas vezes. Enfim, bullying desse tipo eu não passei. 




sexta-feira, 18 de março de 2011

Gordo é o novo preto (Léo Jaime)

Gordo é o novo preto, por Léo Jaime.

Quando Felipe França aqui desembarcou com 3 medalhas, uma de ouro e duas de bronze, vindo do último campeonato mundial de piscinas curtas, o que se comentava era seu peso. Com 100 KG e 14% de percentual de gordura ele era mais do que um grande atleta: era a prova de que condicionamento e forma física não são necessariamente a mesma coisa.

Tenho os mesmos 14% de percentual de gordura. Ao longo dos anos fui aumentando de peso sem aumentar o percentual. A barriga cresce e é lá que guardo a perigosa gordura visceral. Estou sempre lidando com esta questão médica, e chata, mas tenho me mantido em forma e aumentado o peso magro, ou seja, adquirido músculos com muito exercício. Portanto, posso dizer que estou bem condicionado. Dito isto, vamos ao real incômodo da minha condição. Chega de me justificar. Detesto fazer isto.

Ao longo dos anos ouvi, e ainda ouço, inúmeros “nãos” profissionais com a justificativa de que minha aparência não é boa, preciso perder peso, pareço decadente etc. Passei 18 anos sem gravar um CD com minhas composições, e percebi que ninguém se interessava em sequer ouvir as novas canções. Embora eu já tivesse emplacado várias no nosso cancioneiro, parecia que estava claro para todo mundo que a minha barriga tinha substituído o meu talento. Curiosamente o público nunca acreditou nisso e continuou a me tratar com carinho. Durante este tempo todo! Coleciono mais sucessos que fracassos em tudo o que fiz no teatro, shows, TV, rádio ou em textos publicados na imprensa ou divulgados na internet. Considero ter conseguido vencer a resistência, mas não posso negar que ela exista e é muito forte. “Nadando contra a corrente, só pra exercitar”...

Voltando ao início: se um atleta pode ser medalha de ouro estando “acima do peso” seria correto dizer que existe um “peso” ideal? Nas olimpíadas os atletas têm os mais variados tipos físicos e, sim, alguns são “gordos”. Mas vamos olhar por outro ângulo.

Quando a adolescente lourinha matou os pais a pauladas em São Paulo, o comentário mais ouvido era “Como foi que uma moça tão bonita fez uma coisa dessas?” Como se gente bonita não matasse ninguém. Claro, os comerciais de TV só mostram rostos perfeitos, e todo mundo entende que são pessoas perfeitas. Será? Quando vi pela TV os bandidos fugindo da Vila Cruzeiro para o Complexo do Alemão não me lembro de ter visto um bando de gordinhos. Eram até bem atléticos e “magros”.

O título deste artigo se refere a um movimento americano, “Fat is the new black”. Repare que a tradução não é “o novo negro” mas sim “o novo preto”. É uma expressão do mundo da moda: o novo preto é aquilo que parece ser a óbvia boa escolha; o que não tem erro: o pretinho básico. Ainda que seja óbvia a sugestão de que gordos são, para muitos, “the nigger of the world”, o que o tal manifesto combate ferozmente.

A maior parte da população do mundo está acima do “peso”, se é que existe um “peso”, e todos vamos ter que nos adaptar a esta realidade. Todos são ou vão ser gordos, ou gostar de um gordo, ou admirar um gordo, ou ter prazer com um, seja em que nível for. Conviva com esta ideia, amigo ou amiga. Não são os bonitos os que vão lhe dar prazer mas aqueles que querem lhe dar prazer e vão se esforçar para que você se dê conta disto. E, acredite, portadores de deficiências, magrinhos, carecas, altos, baixos, estão todos no páreo. O desejo transcende a forma. Beleza é uma coisa, gostosura é outra.

Neste manifesto (fat is the new black) americano há uma série de perguntas do tipo: você diria a alguém “Olha, você até tem um rostinho bonito, só precisa engordar uns quilinhos. E você sabe muito bem como, não é? É só ter um pouco de vergonha na cara”? Não diria. Por que, então, dizer o contrário parece razoável? E nem chamaria o Keith Richards ou a Amy Winehouse de decadentes porque eles andam muito magros. Talento, voz, criatividade, profissionalismo, nada disso tem a ver com peso ou aparência física. Será difícil entender isto?

Há um grande, um enorme preconceito. Este sim está muito acima do peso. E parece que o preconceituoso professa sua maledicência com a generosidade dos santos: é para o seu bem! Uma ova! O preconceito contra os gordos é o único tolerado hoje em dia. Ou contra os feios, vá lá! Está claro que, ao contrário do que a arte, através dos séculos estabeleceu, a partir de 1968 (com Twiggy) ser magricela é que é o tal. As formas arredondadas foram para o brejo depois de 25 vigorosos e rotundos milênios alimentando desejos e fantasias da alma humana.

Elvis é um dos meus heróis e eu prefiro sua fase mais madura. Quando diziam que ele estava decadente, embora cantasse como nunca. Um dia desses uma criança mal-educada quis ensinar ao meu filho que as pessoas ou eram magras ou eram gordas, e as magras eram melhores. Ainda bem que ele esqueceu em um segundo. Quando meu filho olha para mim vê o que eu sou para ele. Quando meu público olha para mim, acontece a mesma coisa. E o resto? O resto que vá para o inferno.

Eu digo que pra mim existem dois tipos de mulher: as que gostam de mim e as outras. E juro que as que gostam de mim são muito mais interessantes. Mulheres, parem com essa obsessão de perder dois quilos! Homens gostam de mulheres companheiras, bem humoradas e boas de cama. Homens, atenção! Quem repara demais na celulite das moças acaba preferindo bunda de rapaz. Não que eu tenha algo contra isto. Cada um que descubra o que lhe apraz.

Brincadeiras à parte, deixe-me concluir. Não é preciso aceitar, mas tolerar. Eu é que não sei se tenho estômago para tolerar esse preconceito. Por exemplo: ver o Ronaldo Fenômeno chorar ao despedir-se cortou-me o coração. Seu corpo não o venceu, o preconceito sim. Aturar anos de humilhação é duro até para os heróis.

quinta-feira, 17 de março de 2011

O que eu comi hoje ?

- 01 Banana prata.
- Pedaço de queijo fresco.
- Gohan.
- Strogonoff de frango com batata palha.
- Danoninho.
- Papinha para bebê sabor: Maçã.
- Outra banana prata.
- 1 maçã.
- Queijo fresco.

Voltei a pé.




quarta-feira, 16 de março de 2011

Tunico !

O gatinho de família: Tunico, cinzinha carinhosinho, foi embora essa semana. Está lá com o Gordo no céu. Ia postar uma foto dele, mas choro. Para quem está aqui há muito tempo sabe que Tunico teve uma força danada ao superar as complicações de um acidente que resultou na amputação do rabo e de uma das patas e a impossibilidade de fazer xixi sozinho, além de andar se arrastando. Durante quase quatro anos, minha irmã o ajudava a fazer xixi, apertando a sua bexiga. Os veterinários diziam que o tempo dele seria curto em razão das complicações no trato urinário, mas o cinzinha ficou muito tempo com a gente. Essa complicação grave veio agora e com tudo e levou o cinzinha de nós. Bom. É isso. Perder um bichinho desses é dolorido demais. Tento pensar que agora ele "descansou", mas é difícil lembrar dele sem  sentir uma extrema saudade. Tuuu ... Tuuu ... pra sempre.
Hoje doei sangue e fiquei em casa. Não tava com saco para trabalhar. Definitivamente. 


segunda-feira, 14 de março de 2011

Tênis na mochila

Levo o tênis na mochila e não importa com que roupa social estou, vou embora com ele. Deve ficar bem esquisito, mas tô nem aí. Meia hora depois, estou em casa com o dever cumprido e pronto ! Ah, eu odeio roupa social. O meu estilo é jeans e tênis/sapatilha, mas - infelizmente - trabalho com calça social, camisa e sapatilha.




O meu é esse. Eu piso torto, mas o solado deste ainda está excelente, apesar de quase um ano de uso. Recomendo ! Depois descobri que os ortopedistas o recomendam para quem tem a pisada torta como eu.






A pedidos !

domingo, 13 de março de 2011

O que eu comi hoje ?

Café da manhã: Iogurte laranja, cenoura e mel + queijo fresco.
Almoço: Arroz, feijao, salmao, pure de batatas e mandioca FRITA.
Barra de CHOCOLATE.
Jantar: Gohan, atum, batata com queijo, suco de caju, uva e iogurte natural.
Goiabada


Se a chuva deixar: Caminhada na Paulista de quase 5 Kms. (Não fui. Estava morta de cansada depois de um dia todo estudando ...)

Estudo: Dia todo dedicado ao Direito Penal. OK !

sexta-feira, 11 de março de 2011

O que eu comi hoje ?

Firme no propósito.


Café da manhã: Queijo fresco, iogurte com granola e mel e meio mamão papaya.
Almoço: Arroz, feijão, frango xadrez, salada de alface, gorgonzola e farofa.
Jantar: Biscoito de polvilho, papinha de bebê pêra e manga, queijo fresco e barra de fibras all-bran biscuits uva-passas. 

Voltei a pé do trabalho. Levo o tênis na mochila todos os dias.







quarta-feira, 9 de março de 2011

Na casa dos 50 e uns ...


Falta pouco tempo para minhas férias desse ano e quero estar magrona quando elas chegarem. Meu peso continua nos 65,8 porque dei uma abusada no Carvanal, mas hoje já entrei na linha. Ah ! Continuo sem farinha de trigo (38 dias). Preciso mandar embora desse corpo exatos 5,9 cinco quilos e uns gramas. Se eu fizer a minha parte, chego lá.




Estímulo: s.m. Aquilo que estimula. Incentivo, impulso: o estímulo da recompensa.

Meu estímulo: EU ! 




Absolutamente a minha cara:

Futilidades

Existem muitas TAGS de ´O que tenho na minha bolsa ?´. Vou fazer diferente: O que eu gostaria de ter na minha bolsa (e que bolsa) ? 

Primeiro, a bolsa. Hermès (Victoria Fourré-Tout)



Carteira Hermès (Azap)

Moleskine vermelha: 



Perfume Chanel Chance:





Rímel M.A.C:


Batom Dior: 

Sombra Dior:

Blush M.A.C: 








Iphone 4 :





Espelho




Pen Drive SanDisk



Lapiseira Pentel 0,5:





Faltou: Escova pequena para os cabelos, fio dental, creme dental e escova de dentes, protetor solar e creme para as mãos. 

Bem divertido.




Sobre os oito anos do blog meu emagrecimento: Fiquei encantada com cada recadinho ! Obrigada mesmo. Vamos em frente !