quarta-feira, 22 de maio de 2013

1 ano de bebê. O que aprendi ?


(Canto lindo e prático)



1. A gravidez é tranquila;
2. Não são nada divertidos os exames para verificar se há alguma anomalia no bebê;
3. Descobrir o sexo é esquisito, pois parece que já se sabe qual é;
4. Fazer estoque de fraldas foi a melhor coisa que fiz;
5. Faria também de lenços umedecidos;
6. Bodies, calças e blusinhas macias de algodão são perfeitas;
7. Bebês não curtem macacões cheios de firula;
8. O parto é muito tranquilo. Não senti medo;
9. Na hora que você vê o seu filho após o parto é uma sensação maluca, indescritível;
10. O período pós-parto na sala de recuperação foi um saco. Não via a hora de ir ao quarto ver o meu japinha loiro;
11. Quando a enfermeira dá banho na Maternidade parece que você nunca irá conseguir fazer igual;
12. O mesmo para a troca de fraldas;
13. Os três dias na Maternidade (cesárea) são tranquilos;
14. O corte dói pouco;
15. A amamentação inicial é dura, mas passa;
16. Visitas na Maternidade só dos mais íntimos;
17. Você acabou de passar por uma cirurgia e agora tem um bebê. Não combina com o quarto cheio de gente;
18. A Maternidade que escolhi quase foi perfeita (Pró-Matre), exceto por ficar ao lado da Copa; 
19. Saída de Maternidade é bobagem, mas comprei;
20. Ictericia é um porre. Fiquei mais assustada do que deveria;
21. O primeiro mês é FODA, mas depois tudo de ajusta;
22. Amamentar dá trabalho;
23. O bico do peito fica machucado, mas só por um pequeno período, depois passa;
24. O bico do peito escurece, mas volta ao normal;
25. Engorda na gravidez se comer exageradamente;
26. Não tive nenhum desejo;
27. Tomei ácido fólico antes da gravidez;
28. Tomei complexo vitamínico durante a gravidez;
29. O pior exame foi o teste da nuca;
30. Trocar a fralda é moleza;
31. Dar banho também;
32. Prática é tudo;
33. É muito divertido ver as fases da evolução: Sentar, engatinhar, apoiar-se e andar;
34. As primeiras "palavras" nos deixam bobos. Desde o Aguh;
35. Fazer papinhas é muito fácil;
36. Leite artificial custa caro, mas é necessário e passa logo;
37. Se acostumar o bebê a ir com você a todos os lugares, a vida fica mais fácil;
38. Deixar chorando no berço é uma judicação. Nunca fiz isso e meu bebê é a tranquilidade em pessoa;
39. Acho que dormir a noite toda está relacionado, dentre outras coisas, à personalidade do bebê;
40. Estimular o desenvolvimento é essencial;
41. Livros, brinquedos educativos e, principalmente, a conversa ajudam muito;
42. Comprar fralda "picado" fica mais caro. Aproveitar promoções e compre em quantidade;
43. Sabonete em barra de bebê ressaca a pele; 
44. Hipoglós não é tão bom. O genérico Nistatina (Dermodex) é mil vezes melhor;
45. Meu bebê só usou sapatos depois que começou a andar (01 ano);
46. Acho que a partir do número 22 os calçados duram mais;
47. No começo a gente esteriliza tudo. Depois passa;
48. Antes fervia a água para fazer mamadeira. Agora uso água mineral e aqueço no microondas;
49. Chupetas são fáceis de perder;
50. Não queria usar chupeta, mas o conjunto peta e fralda resultam em nanar; 
51. No começo a vacina dói mais na gente que neles;
52. Depois da orgulho ver aquele monte de quadradinho da carteira de vacinação preenchidos;
53. Mães exageradas têm pediatras exagerados e remédios exagerados;
54. Comida saudável é o melhor remédio;
55. Fazer dormir no colo é gratificante;
56. Fotografar tudo para mostrar depois de grande é essencial;
57. Cada dia que ele fica feliz você também fica;
58. Melhor mamadeira NUK (de vidro);
59. As mamadeiras da MAM com mil peças são um horror;
60. Ver verde, curtir a natureza é essencial;
61. A Anestesia dói menos do que imagina;
62. Cadeirão para alimentação é muito útil;
63. Respeite o bebê: Diga quando vai trocar a fralda, limpar o ouvido ... ;
64. Ele aprende com você. Imitando ...;
65. Não grite;
66: Abrace muito; 
67. Pesquise o preço dos leites. Aptamil e NAM. Tem uma variação absurda de preços;
68. Deite no chão com o seu bebê. Assista um desenho;
69. Cante Galinha Pintadinha para ele;
70. Faça seu bolo para ele comer;
71. Desconsidere as bobagens que te disserem quando estiver grávida. Pessoas insuportáveis; 
72. Ah, você receberá alguns conselhos chatos de como ser mãe ou perguntas idiotas: Não andou ainda ? Blá, blá, blá;
73. Você dever sim ser companheira do seu filho; 
74. Tem um depósito de fraldas no Brás JN fraldas, que vale a pena. Há grande promoções de fraldas no WalMart;
75. A melhor fralda é a PAMPERS VERDE;
76. O melhor lenço HUGGIES (Pacote com 96 folhas);
77. Dar comida fica mais fácil com o tempo;
78. Não acredite em tudo que os médicos falam. Questione.
79. Só leve ao Pronto Atendimento se realmente precisar porque os médicos exageram e há crianças realmente dodóis;
80. Seja uma grávida ativa. Ande bastante. Sem frescura e terá um parto melhor; 
81. Mãe é mãe. Pai é pai;
82. Você vai dormir a noite toda; 
83. Bebê limpinho. sem calor ou frio, cama aconchegante e alimentado, normalmente, dá certo; 
84. No Brasil o carrinho é mais caro e todo o resto. Se você puder busque fora. Talvez, o preço da passagem compense a ida, considerando os preços absurdos daqui;
85. Chicco é um marca ótima de carrinho. Uso o meu TODOS os dias, vou longe e ele está firme e forte;
86. Com 1 ano já sabe o que é fralda e xixi. Bom explicar para o desfralde ser rápido;
87. Amam frutas;
88. Depois do bebê, a atenção é toda dele;
89. O tchatcha tchatcha, por um tempo, fica desinteressante;
90. Depile a piriquita;
91. Faça a unha;
92. É divertido ver o leite saindo do seu peito; 
93. Muita gente gasta mais dinheiro do que o necessário com um bebê recém-nascido. Basicamente ele precisa do seu peito. Fraldas. Lenço umedecido. Bodie. Calça e blusa de algodão e uma manta. Ah, e meia; 
94. Eles enjoam dos brinquedos com facilidade;
95. Mãe fica mais forte;
96. A vacina privada não tem a mesma rotatividade das públicas;
97. Na Maternidade vão te oferecer o teste do pézinho simples, ampliado e avançado. Provavelmente, você fará o mais completo e nunca mais vai olhar os resultados;
98. Camisola na maternidade é melhor que pijama. A calça do meu não entrava;
99. Deixe a casa pronta para voltar. Tudo em ordem com as compras do supermercado feitas;
100. Por um tempo, você se dedicará exclusivamente ao bebê;
101. Logo mais, passa a tem coragem de sair com ele e isso só aumenta;
102. Desenhe com ele;
103. Deixe o marido cuidando e vá ao cabeleireiro. Ele deve aprender a cuidar na sua ausência; 
104. O bebê chora cada vez menos;
105. Fica cada vez melhor;
106. A prática te deixa cada dia mais incrível;
107. Anote suas sensações de grávida e sobre o parto;
108. Antes do bebê nascer passe bastante a mão na barriga ... depois dá saudade;
109. O primeiro bebê deve ser mais difícil que o segundo;
110. Diga ao seu bebê o quanto você o ama. Ele precisa saber disso. Sempre;
111. Limpe a casa, troque a fralda cantando ... Ele saberá que faz as coisas por amor:
112. Às vezes, quando ele dorme. Dá uma saudade que você quer que ele acorde;
113. Ver a certidão de nascimento dá um orgulho. Saiu de mim. Eu que fiz. Fiz um ser humano;
114. As preocupações aumentam, mas saber que você tem alguém sempre com você é demais:
115. O aprendizado é na raça;
116. Mães são corajosas;
117. Muitas coisas ficam menores;
118. É o amor. Verdadeiro;
119. Falta tempo;
120. Dá saudade de ler livro;
121. Ideal: Ser como eu gostaria que minha mãe fosse;
122. Você quer o melhor para ele, que acaba alavancando a sua vida;
123. Se não passasse por isso minha vida não seria completa;
124. Logo, coloco nas costas e viajo pra bem longe;
125. Passa a pensar em coisas que não pensamos antes;
126. A vida fica colorida;
127. Aprendi a cantar todas as músicas da Galinha Pintadinha;
128. Aprendi a fazer brigadeiro (de enrolar) no aniversário de 1 ano;
129. Comida de mãe deve ser mesmo boa;
130. Eu que corto seu cabelo;
131. O foco da vida muda;
132. Estou melhorando nos meus desenhos e artes manuais;
133. Não sou mãe chata que não para de falar não;
134. Acho que será divertido comprar material escolar, apesar do gasto (era muito divertido na minha infância;
135. Comprei giz de cera. Ele rabisca. Eu sinto o cheiro e fico feliz;
136. Virão muito roxos;
137. Protetores de berço são úteis;
138. Garrafa térmica, cesto de vime, cesto de lixo de vime supérfluos;
139. Dá para usar uma fralda mais meia boca quando sabe que logo vem merda, hehe;
140. É gostoso trocar a fralda, dá sensação de que você fez o bem a alguém;
141. Se as pessoas querem engravidar do segundo não deve ser tão ruim, né ?;
142. Se tivesse uma empregada, aí seria quase uma moleza;
143. O peito fica diferente;
144. É gostoso ser paparicada na Maternidade;
145. É triste quando você não recebe alta junto com o bebê;
146. Corujenta;
147. Se eu fosse rica, teria quatro filhos;
148. Ah, gosto de ver se o que dei de comer tá lá na fralda. Feijão, milho ... Falo: Tá aqui ! Que lindo;
149. Não raras vezes, dançamos juntos;
150. Sou mais que sua mãe, somos parceiros;
151. Ele me ensina a ser prática;
152. Dá uma sensação boa saber que daqui uns anos terei um garotão;
153. A família ficou mais feliz. Toda ela;
154. No dia da última vacina, perguntei se poderia deixar o carrinho na sala de espera para ir à sala de aplicação. Ela disse: Mas tem algo de valor ? Disse que não, que a única coisa de valor estava nos meus braços;
155. Você quer melhorar a sua vida para também melhorar a dele;
156. A comida fica melhor;
157. A paciência aumenta;
158. A superficialidade das pessoas, com seu pouco tempo livre, incomoda;
159. Você quer ensiná-lo a ser melhor;
160. Quando grávida visitava a Maternidade e olhava o berçário. Com a sensação de: Quero sentir isso. Ver meu bebê aqui;
161. Os dias na Maternidade são deliciosos;
162. Ficar triste não é legal;
163. Não fico esperando alguém chegar para eu tomar banho. Coloco ele no cadeirão, pego alguns carrinhos e ele vai "tomar banho" comigo;
164. Não tive ajuda em casa no pós parto e CONSEGUI sozinha !;
165. Compras roupas em tamanhos maiores é uma boa. Muito em breve irão servir:
165. O bebê mexendo dentro da barriga é demais:
166. As pessoas respeitam menos as grávida do que uma mãe com um bebê no colo;
167. Partes chatas: Voltar a trabalhar e escolinha;
168. Sou adepta às liquidações e descobri que na loja Alô bebê existem duas liquidações anuais com desconto de 40% nas roupas. Muita qualidade e preços muito bons - Não compro fora de liquidação;
169. Lembranças de maternidade: As de comer são as melhores. As outras acham que a maioria joga fora;
170. Escolher o nome é difícil;
171. Você aprende a otimizar seu tempo;
172. É um encantamento cada novidade para seu filh, como por exemplo ver cavalos;
173. Comprar presentes te deixa mais criança;
174. No Ebay dá pra comprar roupa e tênis.



Pin It now!

50 comentários:

Jacki disse...

Que post bonito Larissa! Quase deu vontade de ter um bebezinho.

Agora a dica 90:
90. Depile a piriquita;

Tive que rir!!!! hahahahahahah

Beijos

Lima Mel disse...

Você sempre me emociona, Larissa! Amo esse blog, no ano que vem encomendo o meu filho =)
Dicas valiosas, obrigada! Faço 32 dia 28/05, aprendi muito contigo.

Aline Piva Vieira disse...

Lindo, emocionante, instigante.

Ri e chorei.

Você é incrível!

Bj

Aline

Luciana disse...

Eu ri muito com o 90, é verdade meninas, as vezes pensando tando no bebê, esquecemos de nós. Me identifiquei com muitas coisas. Curti muito minha gestação e curto muito meu filho dia a dia. Meu pequeno agora tem 4 anos. Ele não pegou chupeta (e eu não insisti) e não fez falta; eu gostava da mamadeira da Mam, mesmo com todas as peças kkk, mas logo passei para o copinho, ele aprendeu rápido a segurar, primeiro com tampa e depois sem tampa, nossa a vida melhorou muito kkk. Leite Nan foi tudo de bom no meu retorno ao trabalho, custa caro, mas é fundamental. Não quero ter o segundo filho, mas tenho certeza que seria mais "fácil" sim. Se descobrir MÃE e acompanhar o crescimento de um novo Ser é tudo de bom. E ter uma relação sem "frescurinhas" é melhor ainda. Menos é mais.

Denise lima disse...

Adoro sua forma sincera de escrever e até passei a considerar com mais afinco a possibilidade de ser mãe lendo seu blog. Parabéns por tudo!

Cínthia disse...

Lindo!!!

Parabens pela mãe que está sendo para o seu pequeno!

Anônimo disse...

Amei,li tudinho, deve ser maravilhoso mas nem penso em ser mae (já tenho 30). Eu acho que tudo na maior parte do tempo é "leve" porque vc é uma pessoa "leve" Larissa. Bjao

Anônimo disse...

Emocionante.
Sempre leio seu blog. e da uma vontade imensa de te conhecer, você deve ser incrível e com certeza iria aprender muito com você.
Adorei

Anônimo disse...

Excelentes observações! Parabéns por " enxergar" a maternidade dessa forma tão singela.

Uma ressalva: pra mim, a pampers verde não funcionou bem. A melhor , na minha opinião , é a Natural Care, da Huggies. Vale cada centavo investido.

Sabrina.

Ronaldo Baía disse...

Comida de mãe deve ser boa...Tenho 3 filhos, 12, 7 e 3 anos e eles amam a minha comida, assim como amava a comida da minha mãe... Cada experiência com os filhos são diferentes, e tirei um conclusão; maior a idade de ser mãe é melhor. Fui mãe com 23, 28 e 32 anos, a última gestação foi ótima, tranquila, serena e segura com tudo que vivi. Já na primeira, tudo me preocupava... Vc disse tudo neste post...parabéns!!!

Ronaldo Baía disse...

Comentei no gmail do meu esposo kkkkk desculpe!!!

Anônimo disse...

Muito lindo =)

Pri disse...

Demais suas observações, mas acho vc uma heroina... acho que ser mae é uma tarefa mais complicada que ser fisica nuclear. Que baita responsabilidade!!

Nanna disse...

Lindo, estou com 32 anos, casada a 8 anos, perdi meu primeiro bebê, no primeiro ano de casada, de lá para cá não tive tanta vontade de ser mãe como estou tendo este ano. Depois deste post (que aliás estou escrevendo e chorando, muito) estou mais certa de que é isso q quero, ser mãe, poder dizer q o bem mais valioso pra mim esta nos meus braços. Obrigada por dividir sua visão da maternidade conosco.
Abreijos.

Jana Lima disse...

Adorei!

Unknown disse...

Achei liiindo o post, Larissa! Mas, sinceramente, não tenho vontade de ter um bebê :(

Anônimo disse...

Nossa, AMEI!!! estou de 6 semanas e tô aqui chorando depois de ler...rs Mto bom ouvir coisas reais de quem acabou de passar pelo que vc está passando...Bjs Dani

Mileny Squilasse Pestana disse...

Larissa MAGNIFICO... Tenho a Ludmila com 6 anos... É SIMPLESMENTE MARAVILHOSO, não quero o segundo, mas com certeza seria mais light.
Um beijão enorme.
E ser mãe é tudo de muito bom, muda nossa vida pra melhor!!!


Mileny- Osasco

Anônimo disse...

Larissa,

Você sabe nos tocar, escreve muito bem. Adorei o post!
Seu filho é um sortudo...
parabéns!

Luana

Yara disse...

Posso complementar? Deixar na escolinha pra poder ir trabalhar é de partir o coração, principalmente em dias de frio, chuva ou quando estão doentinhos. Porém o coração conserta quando ele dá os bracinhos para a professora, ou sai dando gargalhadas pela escola.

Larissa disse...

Simplesmente lindo!

Mirian Ficagna disse...

Não posso deixar de comentar.
Você escreve lindamente e nos dá uma dimensão do que sente. Vou dizer o seguinte: curte demais esses momentos especiais porque eles passam muito rápido.
Hoje meus filhos de 31 e 26 respectivamente, vivem sua vida, (moro em SC e a filhota em BH), mas não pense vc que meu coração não dói imensamente de saudades. O filhão vejo com mais frequência, mas ela, na melhor das hipóteses, vez ao mês.
Me emocionei com tudo o que escreveu porque revivi muitos momentos de sufoco e também de alegria, satisfação e carinho que passamos juntos.
Nem acredito que faz tanto tempo que foram pequenos! Que saudade! Naquele tempo não havia algumas das facilidades de agora, mas me virei bem com tudo. Com o primeiro sofri pra caramba, porque não tinha experiência nenhuma, mas aos poucos e com amor, tudo se ajeita, sempre...
Muito há por vir pra vc...por isso se posso te dizer algo é o seguinte: curte muuuuuuito cada fase, como falei anteriormente, passa rápido demais!
Seja feliz, lindona, com teu pecorrucho. Seja muito feliz!

Cláudia disse...

Lari, me identifico mto com vc! É assim mesmo, o simples é fantástico! Qdo engravidei pensei igual a vc, a únia coisa que aconteceu comigo de péssimo foi a depressão pós-parto. Mas passa, como tudo e depois só melhora!
Bjs.

Nádia Galdino disse...

Não tenho filhos, nem tenho vontade... mas achei o post uma delícia... Meu item preferido foi esse: "No dia da última vacina, perguntei se poderia deixar o carrinho na sala de espera para ir à sala de aplicação. Ela disse: Mas tem algo de valor ? Disse que não, que a única coisa de valor estava nos meus braços" :)

PS: quando era pequena, também queria quatro filhos kkkkkk

Anônimo disse...

Sempre linda. A vontade de declarar tantas palavras se traduz na ausência da palavra diante de tanto amor,ser mãe me completou.Minha segunda filha está com 6meses.Ana

Anônimo disse...

E tu teria mais um?

Sempre pensei em ter mais, uns 3, mas no mundo de hoje, me assusto e tenho medo de colocar no mundo alguém cujo amor eu queria só guardar no meu coração.

Anônimo disse...

Concordo com quase todos, exceto a 89, rsrs.
Ah, e a 90 - SEMPRE!!

Filhos são ótimos!

Abraço.

Larissa disse...

Hahaha.

nat disse...

vc conhece esse blog http://www.cientistaqueviroumae.com.br/? um dia será util p mim assim como o seu qt a maternidade!! eh linda a visão dela!! deve ajudar mt gente!! rsrsrs bjs

May disse...

Li todos os itens.
Achei todos interessantes....
Parabéns para vc e o seu baby

Yara disse...

ah lembrei de outra coisa: chega uma hora que os bodies não fecham mais nas perninhas, mesmo o tamanho GG... mas tem uma marca que a modelagem é maior: Pati Mini. O G serve com folga no Felipe, acho que o GG vai até 2 anos. E o melhor é que o preço é acessível e os modelos são bem bonitinhos. Descobri isso outro dia, no desespero pra achar roupa de frio pro pequeno :o)

Anônimo disse...

Amei esse post!
o 145 me doeu até o fundinho da alma!Davi ficou na UTI e tive que deixá-lo por mais 4 dias depois da alta.Tristeeeeeeee.

Olha que legal, com 39 dias de parida conseguir cumprir o 90 hahaha!

Beijos moça bonita e querida.

Michele Diniz

Anônimo disse...

Preifro algodão molhadinho com água morninha do que lenço umedecid. Lencinho umedecido tem muita química - deixo pra usar só quando estou na rua.

Mari disse...

Amei a sua enumeracão rsrsrsr!!Eu tenho 2 um de 6 e um de 9 meses,n tenho empregada nem babá e nem diarista.E dou conta só que te dias que só consigo fazer o almoco pra qdo o marido chega do trabalho, o trabalho larguei qdo tive o primeiro..E Te digo filho precisa de irmão, vc vai ver,vai ter que ter outro no segundo tido fica mais facil,mais pratico e mais rápido.Bom eu nasci pra ser mãe amo ser mãe e esse amor vc não explica se fossemos escrever um livro ainda assim não teriamos palavras e nem espaco p dizer como esse amor é quem não é mãe nao entende...Eu só entendo agora imagino q vc também.com ou sem empregada comece a pensar em um segundo sim....Um bjo

Thais disse...

Você é uma pessoa muito positiva! Gosto muito do seu blog, tudo parece menos complicado na sua visão e passa uma sensação boa!! Parabéns!!

lu Santos disse...

Eu fui lendo, lendo, lendo... e não queria mais que a lista acabasse, estou anciosa para ser mãe. Entro aqui mais para ver coisas da sua maternidade que do seu emagrecimento.Grande beijo

Anônimo disse...

Eu também tenho orgulho de ver o que dei pra comer saindo no cocô. Fico feliz, pq nem sempre dá pra saber se o bebê comeu direito, principalmente quando tem início a alimentação sólida. E, sim, no segundo filho é bem mais fácil.

Dani disse...

Lari, amo o seu blog!
Leio a muito tempo mas nunca comentei, essa sua lista me emocionou, me fez chorar, isso porque não sou mãe ainda.
Você escreve muito bem e é uma pessoa incrível.
Sempre que vou na Liberdade, penso, aaa se eu encontrar a Lari rsrsrs eu vou falar com ela só pra dar parabéns e dizer que ela é incrível!
Beijos mamãe!

Katia disse...

Concordo com quase tudo, menos a parte de dormir a noite inteira. A pergunta que me faço sempre, é como vivi tanto tempo sem ele...
bjs

katia

Luciana disse...

Fiquei feliz ao ler este post. A maioria das pessoas complica tanto a maternidade que chega a assustar quem ( como eu) ainda não é mãe. Adoro este blog porque faz tudo parecer menos complicado. bjs

Anônimo disse...

Conheça todos os hábitos e passos para um emagrecimento real e verdadeiro

http://www.cursosinterativa.blogspot.com.br/2013/05/emagrecer-de-vez.html

Anônimo disse...

Nossa, como vc tem tempo pra escrever 174 coisas! Vc nao faz mais nada da vida não? vixe

YoYo disse...

Seu post foi LINDO. Simples assim... Lindo.

cintia disse...

Gente este anonimo aí deve ter uma dor de cotovelo, sai p lá, olhao gordooooooo

cintia disse...

lindo, sou mãe, e estou esperando outro bebe, curti muito esta lista, parabéns pelo incentivo

Anônimo disse...

Lari,

Como se virou só depois da cesariana?! Help!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Adorei teu blog!!
Também tenho um filho de 1 ano e 7 meses agora e recém comecei minha batalha pra perder o peso que ganhei na gravidez e que "empurrei com a barriga" até agora.
Passa lá pra conhecer meu blog: emagrecendodepoisdobebe.blogger.com.br

Bjss
Bib's

É duro ser diva ! disse...

Que lindo Diva,tô com nó na garganta,quase chorando.Passaram em minha mente vários momentos com meu pequeno(Tem 1 ano e 5 meses).
Bjinhos.

Susana disse...

Oi linda faço de suas palavras as minhas. Acabei de ser mae pela segunda vez e o que vc escreveu é exatamente o que eu escreveria vou colocar no meu blog e vou menciona-la. bjssssssssssssss te sigo a anos.... adoro...

Geninha Santos disse...

Nossa amei o seu post! O que mais surpreendeu foi não ter tido ajuda. Tenho adiado a grande decisão justamente por isso, pois moro longe da família. Nos primeiros dias após o parto como foi estar só?