domingo, 23 de junho de 2013

Alimentação !

De verdade acho um porre contar pontos, calorias, dieta das proteínas, low-carb. Acredito que a longo prazo não funcionam. O cardápio, que no meu caso, surte efeitos e não sofrimento é comer pouquinho de tudo e usar o com senso. Quando sigo essa regra as coisas acontecem e não fico naquele drama de comer só o que as dietas convencionais autorizam e que os endocrinologistas me indicavam e nunca funcionou. Estou numa fase muito boa, regrada e com resultados positivos. Todos os dias me peso (não recomendo) e anoto. Minha alimentação consiste em três refeições: 

Café da manhã: Duas fatias de pão integral + Iogurte + Fruta. 

Almoço: Arroz + feijão + salada verde + proteína + (complemento do dia) 

Jantar: Idêntico ao café da manhã.

Fica mais fácil controlar a alimentação e viabilizar a continuidade. 


E aliado a isso: caminhadas :) No meu caso, dá resultado. 


Agora cozinho para a Família, o que exige muito mais força de vontade para não cometer abusos. 




Será que fica bom ? 

Pin It now!

21 comentários:

DC disse...

Já fiz essa receita e gostei!
=)

Anônimo disse...

Se durante o dia eu comer pouco carboidrato fico sem dormir a noite todinha! E se eu comer carboidrato no café da manhã, passo o dia numa tortura, volta e meia sentindo sensação de fome. É mesmo uma perrenha a gente se adequar a como se alimentar pra conseguir emagrecer e manter o peso desejado. Boa sorte!
Lisa

Anônimo disse...

Larissa, nos intervalos das 3 refeições vc não come nada?
Thaís

Anônimo disse...

Do jeito que só posta fotos de comidas, só fala em comer e nunca fala que perdeu um peso considerável, tanto que nem a bota chega a fechar, acha mesmo que ela só come isso durante o dia inteiro?

Nádia Galdino disse...

Também acho tudo isso UM PORRE e, depois de um tempo, a vontade de se comer "o que não pode" se multiplica ao infinito e além! EU encontrei uma nutricionista da qual gostei de primeira, principalmente porque ela monta meu "plano alimentar" de acordo com minha rotina, horários e gostos. Se eu não me adapto a algo, mudamos o plano na consulta seguinte. Nada é "proibido" e, como você disse, é só usar o bom senso. Atualmente, eu tomo o café da manhã entre 09 e 10h da manhã, almoço, faço dois lanches à tarde (o primeiro, fruta com castanhas e o segundo, um sanduíche), e à noite, algo leve e rápido como uma omelete ou pizza de frigideira com atum. Exercícios, tenho subido os três andares que dão pra minha sala no trabalho. Mês que vem retomo a academia. Tem funcionado pra mim...

AH: peso sempre às quartas-feiras, que é quando saio em jejum (vou pro trabalho mais cedo e como assim que chego lá) e também depois que já deu tempo do corpo se recuperar dos excessos do fim de semana hehehe


:*

Anônimo disse...

A questão é que muitas pessoas confundem dieta com alimentação saudável. Comendo desse jeito até pode emagrecer (se fizer exercícios tb), mas gente, isso não é uma alimentação saudável.
Temos que sair um pouco dessa neura de consumir poucas calorias e passar realmente a alimentar nosso corpo com tudo aquilo que ele precisa. Não basta só comer 2 folhas de alface por dia. Tem que comer VARIEDADE de folhas verdes escuras, legumes (muitos), frutas, grãos e evitar ao máximo coisas industrializadas - inclusive esses pães ditos integrais. O mais importante, pra mim, é fortalecer nosso corpo, torna-lo capaz de combater desde resfriados até doenças mais sérias.

Carol

Camila disse...

A receita desses cookies é apenas banana e aveia? adoraria fazer
Beijos, Camila

Ana Ruth disse...

Para mim funcionou usar o bom senso até um certo ponto. Digo depois que cheguei a um peso não conseguia mais emagrecer "só com bom senso". O resultado que quero ainda está em andamento. Mas para isso eu fiz um trabalho de psicologia comigo mesma. Levei como base aquela reportagem da Folha, que inclusive a Lari postou aqui. Por um mês anotei o que consumia de calorias e o que gastava. Um porre! Mas com isso ví que a conta não fechava. Mesmo comendo pouco e bem durante a semana e fazendo exercício, qualquer exagerada aos finais de semana empatava minha balança calórica. Acho que como comer menos é mais sacrifício só lembramos dos momentos de falta de comida e nosso cérebro joga fora as pisadas na jaca. Para mim tem funcionado contar calorias. Mas eu não me engano, eu confesso pra minha planilha com detalhes os abusos, mas sei exatamente quantos quilômetros na esteira vai custar. Ahh e minhas escolhas não são baseadas somente nas calorias. Como meu limite de calorias é baixo, eu uso muito bem senão fico fraca mesmo! Para isso contei com a ajuda de uma nutricionista esportista que para mim foi de uma ajuda muito preciosa.
Lembrando que apenas contei o que está funcionando comigo, claro que cada um encontra seu caminho de emagrecer... Beijo bom emagrecimento a todas

Cláudia disse...

Cada um deve conhecer muito bem o organismo que tem. Carne vermelha pra mim não funciona! Fico inchada, empanzinada, intestino preso, um horror! As fibras das frutas, legumes e verduras são o que mais me saciam e aceleram. Outra coisa que funcionou foi ber mate e muita água. Agora, tô na fase preguiça, o que não funciona nadinha. :(

Juliana disse...

Pessoal é ridículo, Se a Larissa quiser parar de comer isso, aquilo, parara de emagrecer, emagrecer não é problema de ninguém aqui. Nunca comentei nesse blog mas sinceramente acho um recalque gigante esse pessoalzinho dando pitaco. GENTE INFELIZ é muito triste.

Nellye disse...

Acho que esse blog está com os dias contados.

Não sei como a Larissa agüenta tanta crueldade. Pôxa, a menina é servidora, advogada, estudante, esposa, mãe, dona de casa, mulher e principalmente...um SER HUMANO. Iso aqui deveria ser um espaço de troca, se por um lado ela expõe suas idéias, pensamentos e cotidiano, por outro, ela nos proporciona deliciosos momentos de lazer, alegria e motivação. Não sou contra divergência de opiniões, pelo contrário, elas são construtivas. O problema não é o "Que" se diz e sim "Como" se diz.
Minha avó me deu 2 grandes ensinamentos na vida: 1- Que com amor pode-se dizer tudo.
2-Quando não se tem nada de bom para dizer e melhor se calar.

Ás vezes noto aqui uma maldade, uma acidez, uma agressão e violência totalmente desnecessários. É muito triste ver indivíduos como o do 4º comentário, que só têm motivação na vida se pisar nos outros, ofenderem, humilharem. Vivem do excremento que produzem. Isso sem contar os dissimulados, que começam dizendo: Te adoro, sou sua fã, etc. E em seguida dão bordoada na menina, achando que ninguém está percebendo.

Sinceramente, fico enojada com tanta mesquinharia e despeito. Aff...

Me perdoe o desabafo.

Anônimo disse...

Nellye, concordo com tudo que você escreveu.

Nádia Galdino disse...

Falou TUDO, Nellye! ;)

Anônimo disse...

Verdade, Nellye.

Se ela não tem fome entre os intervalos das grandes refeições, não come.

Por isso emagrecer é mais um trabalho MENTAL. Você precisa se controlar mesmo diante daquilo cujo excesso te faz mal. SIMPLES assim.

E postar foto de comida, queridinha, é uma maneira de saber SE CONTROLAR com o mais delicioso que existe. Nem toda 'gordinha' é descontrolada, tal qual você com sua língua. Afe.

Crix disse...

Affe, que gente sem noção!
Cada um sabe o que é bom pra si (ou tenta saber, ao menos). Quase todo post tem comentário maldoso. Que isso? Se não gosta da dona do blog, simples, para de visitar.
Se a caixa de comentários é aberta, é óbvio que as pessoas podem dar sua opinião. Mas precisa saber a diferença entre se expressar e ofender.
Por que a amargura? É inveja? É maldade?
Cresce, amadurece...

Anônimo disse...

A Larissa é muito invejada em vários aspectos e desde qdo ela chegou ao peso desejado, em meados de 2006, ela passou a receber ataques ora na página de comentários do blog ora em postagens em blogs de outras emagrecentes. Olho para aquele tempo e vejo que as criticonas continuam aí gordonassss kkkkKKKKK.
Kiki

nat disse...

Larissa, espero q essas pessoas inconvenientes não te desestimulem com o Blog, forte do jeito q vc é tenho ctz q não..., lembre-se q tem mts aqui q gostam e se inspiram em vc, n só p emagrecer, mas p se organizar, estudar, ser feliz!!! bjs

Anônimo disse...

Eu acredito que para o metabolismo ficar acelerado é necessário comer mais vezes. Eu passei a minha adolescência inteira acima do peso. É inacreditável, mas emagreci depois que casei e tive filho. Sempre fui muito ansiosa, acho que esse é o ponto principal pelo qual comemos muito: a ansiedade. Comia várias vezes ao dia e em muita quantidade. Mal acabava de almoçar e já partia para comer outras coisas e, sempre muito calóricas. Quando tive meu primeiro filho, aos 21 anos, estava fazendo faculdade e tinha acabado de casar. Não tive família por perto pra me ajudar, então era tanta coisa, que comer era a última coisa que dava tempo de fazer e quase sempre quando começava a comer, acabava sendo interrompida pelo bebê ou por outro motivo qualquer e quando voltava pra terminar, o apetite já tinha ido pelo ralo. Com isso, passei a comer menos e mais vezes, o que acabou tornando-se um hábito. Depois de um tempo atingi 58 quilos, peso que me lembro ter tido somente aos 13 anos. Até os meus 20 anos, meu peso variava dos 70 aos 74 quilos. Hoje, ainda sou ansiosa, às vezes passo da conta, mas não consigo mais comer como comia naquela época. Tive mais um filho, estou com 40 anos e ainda com os exatos 58 quilos. Acredito que isso se deva ao fato de comer mais ou menos de três em três horas. Procuro evitar alimentos muito gordos, muito açúcar. Amo pão. Tenho que comer todo dia cedo, geralmente o francês. Como com manteiga e queijo tipo padrão e uma xícara de café. No meio da manhã, como um pote de activia de morango com all bran e semente de linhaça e mamão. (meu intestino precisa disso). Almoço feijão, arroz, alguma carne (cozida, empanada, assada, frita, o que tiver) verdura e algum legume. Nada muito nem pouco, o suficiente. À tarde, como o que tiver levado pro trabalho, ou fruta ou bolachinha com café, ou um chocolate. Lá pelas 18:30 tomo um outro café, ou como algo que sobrou do almoço (pouco). Depois não sinto necessidade de comer mais. Mas se der vontade, como, mas é raro. Sou preguiçosa para fazer ginástica. Caminho ou faço uma esteira de vez em quando. Agora me matriculei na aula de Kick boxing pra ver se gosto e aproveito para enrijecer um pouco, pois a idade vai chegando. E é isso. Ninguém acredita que já fui gordinha e que tive dois filhos. Mas ainda tenho medo de voltar a ser gorda. Isso me mantém com o pé atrás na hora que me dá vontade de comer mais do que devo.

Anônimo disse...

Estou emagrecendo reduzindo o que eu comia. Em 1 mes perdi 2 kilos, pra mim está ótimo, preciso perder no mínimo 5 kilos. Estou firme e forte e esse blog me ajuda muito.
Felicidades!

Marina Natali disse...

oie .. ficaram bons os cookies de banana?

http://marinanatali.blogspot.com.br/

diana souza disse...

estao com uma boa cara...só nao entendi o pq de tanta briga ,jesus, como a menina disse lá em cima cada um tem seu caminho de emagrecer,eu resolvi começar essa semana,estou seguindo alguns blogs pra me dar força,gostei bastante desse, e um de duas irmãs q tb começaram agora
semlutassemglorias.blogspot

axo que esses blogs de emagrecimento ajudam agente a passar um dia de cada vez, e quanto a dona desse aqui se ela está mentindo quanto a dieta que está fazendo só tenho a dizer que ela só mente pra sí mesma,no final ela que nao vai ter resultados.entao qual a vantage dela ter esse blog?no final so axo q nao é da nossa conta julgar se ela esta ou nao mentindo é um problema dela e da consciência dela.