terça-feira, 11 de agosto de 2015

Rio de Janeiro + Retorno.




Milhas prestes a expirar e a necessidade de um momento comigo - e longe de São Paulo - me levaram ao Rio de Janeiro num lindo dia de sol. Meu vôo chegou bem cedo e minha primeira parada foi o Pão de Açúcar, lugar bem apropriado para refletir sobre a vida e a pequenez de coisas que engrandecemos. De lá fui à Praia do Leblon e a imensidão azul do céu e do mar me mostraram que posso ser muito mais feliz. Depois fui para Ipanema e Copacabana ... Viagem incrível e tudo saiu como planejado.

E uma das coisas que não me deixa plena é não estar no peso que gostaria. Descobri os culpados: eu e a farinha de trigo. Tá!  Sou mais a mais culpada, mas ela me atrapalha a vida. E o que comer lá no Rio sem farinha ? Meu almoço fabuloso foi no restaurante do chefe francês do programa "Que marrrravilha!" da GNT, Claude Troisgros. Comi aipim, brie e geleia de pimenta. Perfeito.





CT BOUCHERIE - LEBLON - RIO DE JANEIRO





* Ir ao Rio de Janeiro e passar o dia sozinha fazia parte da minha lista das 101 coisas em 1001 dias. 
Pin It now!

13 comentários:

Anônimo disse...

Como te entendo, Larissa. Não me sinto plena acima do peso

Maria disse...

Puxa vida, Larissa!Não é difícil entender seu momento, pois é o meu.Voc~e esteve em minha terra e seria um prazer imenso conhecê-la.Venha mais vezes, por favor!"Pequenez de coisas que engrandecemos" e "não estar no peso que gostaria" é absolutamente real para mim.Seja feliz, o caminho você já sabe.Beijo para vocês.

Dany disse...

oi Larissa, que bom que vc voltou a escrever no blog!
O primeiro blog de emagrecimento que li foi o seu, isso em 2005, gostei muito!
Parabéns!
Agora volto a te acompanhar.
Tb estou na luta pra emagrecer.
Estou de férias e refletindo sobre a vida...
bjos.

Aline disse...

Estamos com saudades e aguardando seu retorno... A luta é pra sempre mesmo. Nós que temos essa tendência já entendemos isso. A correria agora é como incorporar alimentos inofensivos e exercícios regulares no dia a dia. E estou eternamente tentando. Mas decidi que esse ano resolvo essa parada. E depois a luta será apenas manter. Fiz 30, e ano que vem me caso, e terei filhos. Estou trabalhando para chegar na minha melhor forma lá...

Meu instagram é @alinevisnadi e te acompanho desde o seu primeiro blog. Era muito incentivador...

Aguardamos ansiosas..
Bjo e bom retorno.

Anônimo disse...

Oi Larissa tudo bem ? Feliz que esteja retomando... mais estou bem triste, o blogger saiu do ar? Estou tentando a dias acessar o seu blog antigo e não consigo...sabe o porque? ele me ajudava tanto, espero que logo retorne pois acredito que tinha muitos acessos diarios....

Boa sorte pra vc e te desejo tudo de bom! Eu ando ando e volto sempre em você, um exemplo pra mim, acreditou em vc e foi em frente! Espero tambem conseguir um dia.....

bjs!

Leia vitoria/ES

Karinny Cezar disse...

O Rio tem essa energia incrível que enche q gente de alegria mesmo. E dá sim pra viver sem farinha de trigo, hoje existem vários sites de receitas e produtos voltados pra isso! Feliz recomeço!

Anônimo disse...

Que bom que não desistiu do blog acompanho ele a pelo menos 8 ou 9 anos e adoro, também vivo contra a balança e adoro me inspirar aqui no seu cantinho!

PS: Fico feliz q tenha gostado do passeio e ate senti uma pontadinha de inveja, adoraria conhecer o chef de q marravilha.

Bjos, Tamires.

Anônimo disse...

E as fotos? E amo fotos! rsrsrs
Bju.
Cláudia Matos

Anônimo disse...

ESTOU NA TORCIDA, LARI!
BJO!

Nádia Galdino disse...

Vou incluir o restaurante dele na minha lista pra próxima vez que for ao Rio, sou fã dos programas do Claude e não sabia que ele tinha restaurante no Rio, vou pra lá cada dois meses...

Um dos itens da minha lista "101 em 1001" que cumpri esse ano foi viajar apenas com minhas amigas, pro Rio também, durante um final de semana - depois dos 30 é tão difícil conseguir reunir todo mundo, algumas casadas e mães... conseguimos juntar 11 mulheres e deu tudo mais que certo, inclusive vimos o nascer do sol na praia de Copacabana, inesquecível!


Quanto à alimentação, sou contra excluir totalmente qualquer alimento... se eu não tenho nenhuma alergia ou intolerância, não vejo porque e acredito que tal privação ajuda a aumentar uma compulsão futura. Quando a gente deixa de tratar certos alimentos como proibidos, eles acabam perdendo todo esse poder de sedução e a gente nem sente mais tanta vontade assim como sentia quando "não podia" comer. É lógico que não dá pra tratar exceção como regra, mas no geral acho que uma alimentação saudável deveria incluir um pouco de tudo nas devidas proporções e ocasiões.


:* e bem vinda de volta!

Anônimo disse...

Larissa,

se seu peso nao fosse mais uma questão, um problema, uma coisa para resolver... de qual outro problema voce teria que cuidar?
Ataque este e pare de se concentrar sobre peso, medidas etc. porque é uma maneira certa de estar sempre insatisfeita.
Pense: quanto tempo você esteve no seu "peso certo", e quanto tempo com outro peso? A vida não espera... Menos atenção à isto e mais ao que realmente conta para você (afinal enquanto você estava/esta com um peso diferente do sonhado, voce não deixou de viver coisas boas etc. Senao, é sempre agendar a vida para o futuro; quando estiver mais magra, quando morar em outra cidade, quando ... o que?

Nao é preciso publicar este comentario se você não ficar à vontade, mas eu que vivi tanto isto que você comenta, e que agora perto dos cinquenta (anos, não quilos :-p) entendi uma ou duas coisas, queria aproveitar para dividir isto com você...

Boa sorte e boa direção para você, que é tao linda do jeito que é.
Joia.
(joiarara_fr@yahoo.fr)

Traffic Monsoon disse...

sou o seu mais recente fã. adorei o seu espaço.

Anônimo disse...

Lindo comentário, Anonymous! Mto sensato. Penso que na busca incessante por algo, devemos ter a sabedoria de aproveitarmos aquilo que já possuímos!