quinta-feira, 27 de setembro de 2012

5 meses !

Faz cinco meses que virei mãe. Muito amor. A superação da nova vida passou e nem lembro mais da minha vida sem meu filho. Me sinto uma pessoa melhor e madura. Muita coisa virá e que venha mesmo porque quero aprender, crescer, viver ... Quem diria que eu conseguiria ter um filho, cuidar muito bem dele e ser a melhor mãe que posso ser. Todos os dias sei que estou fazendo meu trabalho corretamente e, sei disso principalmente, quando ele me olha nos olhos e sorri. Isso precisava fazer parte da minha vida.

Falando nisso, hoje no fraldário do Shopping Santa Cruz, encontrei uma Tia trocando a fralda de um bebê prematuro que a irmã, que logo chegou, adotou. O bebê era negro, tem um ano, mas tamanho de seis meses, utiliza sonda para se alimentar e mesmo debilitado, ela enfrentou e quis adotar. Disse que perguntaram se ela queria mesmo "daquele jeito", como se ele fosse uma coisa. Isso é amor. Isso é coragem. Deveria ter trocado email e aprender com ela. Seres humanos como esses estão muito raros hoje em dia.

Mãe



- Sobre a Julia do post anterior. Meu peito, quando emagreci, ficou parecido com o dela. Medonho. Muita pele sobrando. A cirurgia plástica (mamoplastia) foi inevitável, mas emagreceria novamente !

- Obrigada por ter me enviado a matéria, não sabia  ...


Blogs que ajudam a emagrecer

Os blogs viraram febre e servem de estímulo e fonte de informação para as mulheres entrarem em forma e deletarem os quilos extras

Atualizado em 20/08/2012
Constança Tatsch - Edição: MdeMulher
Conteúdo do site WOMEN'S HEALTH
Blogs que ajudam a emagrecer
Você já deve ter lido em revistas ou ouvido de um médico que uma boa medida para perder peso é anotar tudo o que come e bebe em um diário. Mas, como somos modernas, a alternativa mais criativa são os blogs sobre emagrecimento, que se proliferam na internet. Não há números que indiquem quantos endereços sobre o tema já existem, ainda assim a quantidade de pessoas interessadas em dar uma espiada mostra que a ideia tem sido cada vez mais bem recebida.


Com tanta gente leiga falando sobre o mesmo assunto, fica a dúvida se essa é uma ferramenta útil. Por isso, pedimos que especialistas analisassem alguns dos blogs mais badalados da internet. E eles foram aprovados!


Para a nutricionista da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição Caroline Bergerot, “tem muita informação e dicas que podem ser seguidas. Não é um trabalho científico, mas é um bom começo. São fontes interessantes que podem estimular”. Muitas meninas, por lutarem há anos contra a obesidade, são bem informadas e chegam ao seu consultório “craques”. A perda de peso das blogueiras não é rápida, mas é definitiva porque tem a ver com conscientização, não dietas milagrosas.


O nutrólogo e endocrinologista da Unifesp João César Castro Soares ressalta que essa troca de experiências é muito importante. “O convívio é interessante e grupos de autoajuda costumam ter resultados razoáveis”, afirma. Então, ligue o computador, puxe a cadeira e emagreça.



Larissa Bertani, 34 anos, emagreceu 43 quilos


A história
Larissa sempre foi um pouco mais cheinha que as outras crianças. Engordou mais durante a adolescência e chegou ao ápice na faculdade. Em 2003, depois de anos sem subir numa balança, se pesou ao lado de uma amiga. O resultado impresso em um tíquete: 99 quilos. “Aquilo foi um tremendo susto!”



A virada
O papel foi parar num caderno batizado de Meu Emagrecimento, que poucos meses depois viraria um blog. Toda semana, ela voltava à balança e anotava o novo peso. Como Larissa não queria fazer uma dieta específica, decidiu que seu caminho seria reduzir as quantidades — passou a comer um terço das porções a que estava acostumada — e tentar se alimentar com itens mais saudáveis.



O blog
O blog Meu Emagrecimento foi pioneiro e é um dos mais conhecidos. Ela já perdeu 43 quilos e em 2012 realizou o sonho de ser mãe. Depois de emagrecer tanto e dar entrevistas em revistas e programas de TV, Larissa virou uma celebridade virtual. “As meninas cobram ajuda... Mas sempre digo que isso deve partir de dentro delas, já que o que funcionou para mim pode não dar certo para elas. O emagrecimento é algo personalizado.”




Tags de sucesso


Controle as expectativas - A vida não fica perfeita porque você emagrece. Larissa traz questionamentos importantes sobre o que fazer depois que 40 quilos já se foram, ou seja, o que acontece no “depois”. Além disso, existe aí outra batalha: a manutenção do peso.
Envolva-se em projetos coletivos - Larissa promove projetos de emagrecimento coletivo, nos quais todas as leitoras entram numa brincadeira e vão enviando resultados para ela. É um estímulo diferente. Também são comuns entre as blogueiras encontros reais, que reforçam as amizades.



Fotografe os pratos - “Como todos gostam de saber o que como, e para deixar o blog mais colorido e bacana, comecei a fotografar... E fotografando consegui ter um prato mais bonito e saudável para mostrar no blog e para comer”, diz Larissa. Para a nutricionista Caroline, fotografar os pratos é uma boa maneira de garantir uma refeição adequada: ela precisa ser colorida, equilibrada, saudável e, claro, numa quantidade razoável. “Toda forma de registro vale como incentivo. Tanto para quem coloca quanto para quem quer aprender, pois descobre o que é bom comer.”

- Outro blog com fotos culinárias lindas: http://www.probonobaker.typepad.com/
Com boas ideias para montar pratos !





- Adorei esse: http://blendedrecipes.com/recipe/fat-be-gone (EBaaa)




Pin It now!

20 comentários:

Sandra Andrade disse...

Larissa,

Tenho um sobrinho que foi adotado. Os pais biológicos não podiam arcar financeiramente com mais um filho, e decidiram que a adoção seria o melhor caminho para ele. Minha irmã e meu cunhado deram a sorte de serem avisados do fato e foram correndo para o hospital, horas depois do nascimento, e resolveram encarar a responsabilidade de serem pais.
Hoje ele tem 3 meses, é a coisa mais gostosa do mundo, e é fonte de alegria e felicidade de toda a família!

Vanessa Lemos disse...

Parabéns Larissa essa é a melhor aventura da vida de uma mulher. Fui mãe aos 16 anos, foi louco mais não me arrependo um minuto se quer. Hoje meu filho é um lindo rapaz de 16 anos, alegre, forte e muito saudável.
Seja muito feliz.

Adriana disse...

Ser mãe é o nosso melhor papel!

Lima Mel disse...

Amo ler esses seus posts <3
Vou emagrecer com esse apoio lindo que você divide conosco, bjux!!!

Cláudia disse...

Pois é, filhos não poderiam deixar de ser o melhor presente. Uma vez uma amiga disse que se fosse para ter filho teria que ser um talento. Respondi a ela q não precisa de talento algum, só de ser reconhecida com um sorriso, de querer o seu colo como refúgio, de chamar de mãe, bastava. Ela não teve filhos e acredito que não terá, então, não vai saber do que falei.
Bjinhos, querida!

Maryluce disse...

Oi Larissa td bem? Seu blog é minha primeira leitura diária pois me dá inspiração para começar o dia. Seu blog foi o primeiro que conheci na blogosfera sobre emagrecimento e ele é o meu preferido, principalmente pelo fato de não falar somente sobre emagrecimento, seus posts me inspiram muito. Tenho uma irmã especial que já tem 25 anos e sei bem qual é o amor que essas pessoas nos ensinam a ter, nem consigo imaginar como seria minha vida sem minha "vidinha" pois é quando olho pra ela que eu entendo o quanto a vida é uma dádiva. Enfim falando em blog eu vi uma reportagem sua no mdemulher e tomei a liberdade de fazer um post com o conteúdo da notícia. Sei que você não gosta muito dessa história de mídia mas é impossível não te admirar e se inspirar. Desejo muita felicidade e alegria na sua vida de modo geral. Tudo de bom sempre. Beijos!!!

Rosemary disse...

Parabens mamae
que Deus abençoe sua familia
e que voce continue sendo muito feliz sempre e cuidando sempre com muito amor de seu filho tenha uma lina noite

Bjos

Carmen Gil disse...

Sou mãe adotiva dos meus dois filhos. Eles são irmãos biológicos e chegaram na minha vida há três anos. Na época, meu filho tinha 4 anos e minha filha 6. No início, não foi fácil, nenhum um dia. Ainda hoje corremos atrás dos prejuízos causados pela vida tão difícil deles. São guerreiros! E são as crianças mais amorosas deste mundo. E eu a mãe mais orgulhosa. Daria a minha vida por eles.

Nati. disse...

Olá!
Minha filha também fez 5 meses e ser mãe é simplesmente demais né?!
Amo cada dia mais, e é um amor maior que tudo na vida!!!
Ser mãe dá uma força... a gente se sente capaz de qualquer coisa por esses pequenos!
Quanto aos seios, certamente farei alguma plástica quando não estiver mais amamentando e terminar meu emagrecimento. Por falar em emagrecimento, dá uma passada no meu blog:
http://epifaniacriativa.blogspot.com.br/

beijoo

Letícia disse...

Lindo o relato amoroso de tantas mães! Ainda não chegou minha vez, mas as palavras de vocês ajudam a me preparar pra quando esse dia chegar!
E parabéns pela matéria na Women's Health!

Fabi Sereia disse...

Ser mãe é tudo de bom!!E tenho certeza que vc está se saindo muito bem mesmo!
Gosto quando vc compartilha suas experiências conosco!Bjus

Anônimo disse...

Ser mãe é prolongar a vida e o amor... Só vivendo o momento. Todas as mães sabem que fazem o certo cuidando e amando. Na realidade fica um antes e um depois. A vida passa a ter sentido.
Felicidades a TODAS as MÃES.

Mãe da Maria

BRECHÓ DO SUL . PODE SER !!! disse...

OLÁ !!!
VENHO POR MEIO DESTA LHE CONVIDAR A CONHECER MINHA PAGINA , http://brechodosul.blogspot.com.br, SERÁ UMA HONRA TER VOCÊ COMO SEGUIDORA E LINKARMOS SE VOCÊ QUISER , ESTA DE PARABÉNS LINDA PAGINA , DESCULPA A LETRA GRANDE MAIS SOU DEFICIENTE OK!!
SE QUISER VOTAR NO G+1 E NO TOP BLOG 2012 NO MEU BLOG AGRADEÇO . QUERENDO COMPRAR ALGO ME ESCREVA SERÁ UM ENORME PRAZER EM ATENDE-LA.OLHA JÁ ESTOU TE SEGUINDO PODERIA ME SEGUIR TAMBÉM E VOTAR NO TOP BLOG FICO GRATA .
SENDO QUE SENDO TEM DESCONTOS , FRETES, BRINDES , ETC... SEJA SEGUIDORA , CONTO COM VOCÊ E JÁ ESTA SENDO SEGUIDA POR MIM .

OBRIGADA

MARCIA REGINA –email – admin@homesoft.com.br

Anônimo disse...

Que legal a matéria parabéns vc merece é uma inspiração para muita gente.
Quanto a maternidade que bom que vc se sente assim! Depois que tive meus filhos virei uma pessoa diferente também, penso que mais completa, menos mesquinha e também mais preocupada com o mundo em geral.
Maternidade é muito bom!
Beijos bom fim de semana
Débora

Anônimo disse...

Ele era negro? Como asssim? Isso entra na lista das "debilidades"? Que ele está fraco, usando sonda e que é prematuro, até entendo que não esteja no "check list" da adoção da maioria dos "pais, mas incluir ser negro nesta lista pra mim é um retrocesso. Realmente muito indignada. Na minha opinião você poderia ter dito tudo isso, entenderia que com tantos "problemas" é admirável outro ser querer assumi-lo e amar, porque muitos querem se tornar pais, mas claro de uma criança saudável.
A parte do negro, pra mim, agora em 2012 e lá em 1800 e bolinhas não deveria ser "tão desclassifacatório assim". Realmente, estou absurdada.

Ana Paula

Larissa disse...

Oi Ana Paula, infelizmente no Brasil os pretensos adotantes preferem filhas meninas e brancas bebês.

Isso que eu quis dizer.

E, obviamente, o debilitado refere-se à sua condição de saúde que perdura até hoje.


Normalmente, uma criança nessas condições poderia passar uma vida ter um novo pai.

Não queira entender o que eu não disse.

Sou absolutamente contra qualquer preconceito.

E acho que está bem claro o que eu quis dizer né.

Por que as pessoas vêem as coisas de modo deturpado quando não há.


Ana Ruth disse...

Oi Lari você foi perfeitamente entendida.... eu sinceramente não entendo como as pessoas conseguem ter uma interpretação tão ruim assim sobre o que vc posta e escreve...no post anterior que foi aquele nhe nhe nhe todo à respeito de uma receitinha calórica????Pra mim uma comida bonita e bem montada é como uma obra de arte, quem pretende ter uma boa relação com a comida tem que aprender a ver de tudo e controlar seus impulsos... se não for assim então o que será destas pessoas com tantas fotos de Big Mac por aí???

Anônimo disse...

larissa adoro vc...fico feliz por suas conquistas ...acho vc uma pessoa gente como a gente...já emagreci 16 kg, faltam 17...meus seios já estão caindo...mas faz parte.

Romeyka Aguiar disse...

Ser Mae é bom d+ ! Tenho 2 !!!!!

Raquel disse...

Na creche da minha filha tem um menino que a mãe tomou muito remédio pra abortar e não conseguiu ela foi avisada que a criança teria sequelas, então qnd ele nasceu ela largou, ele não consegue mover os músculos da face, mas não tem retardos ou nada assim, ele é a criança mais doce que eu já vi. Quando fizemos o aniversário da pequena lá ele grudou no meu marido e depois em mim, deu vontade de levar pra casa, menino mais fofo. Essas mães são corajosas e determinadas, pois elas escolheram uma criança especial e este é mais que especial, ele pode jamais comunicar-se pela fala, enxerga pouco, mas é desses anjinhos que Deus coloca na vida das pessoas. Depois disso eu fiquei pensando se talvez eu fizesse o mesmo, acho que faria sim.