terça-feira, 26 de junho de 2012

Desapego no armário !

Hoje foi dia de desapego no guarda-roupas. Separei as roupas de grávida para doação e me desfiz de roupas que já não uso há algum tempo ou que estão horrendas. Organizei tudo, gaveta pro gaveta, peça por peça e relembrei a alegria conquistada pela aquisição de peças durante meu processo de emagrecimento. Não foi raro eu dizer: Nossa. Como estava feliz nessa época. E a primeira calça jeans sem lycra tamanho 38. Está aqui. Linda.

Me deu um empolgação tão grande. Um desejo de voltar a usar minhas roupas e comprar novas.

Amanhã já faz dois meses que tive meu bebê e as coisas estão indo bem. Fácil não é, mas faz parte e logo tudo se ajeita. 

Ainda não consegui fazer minha unhas no salão de beleza, mas logo farei. Vou cortar meu cabelo que está longo demais e não está bacana. Vou cortar uns cinco dedos e fazer um franjão. E assim que a Pediatra autorizar volto a usar as californianas.

Não. Eu não quero ficar com cara de mãe. Quero manter a minha cara de Larissa e não esquecer de mim. Vou continuar usando as roupas que gosto. A mudança na vida já é tão grande que não dá para mudar até a minha aparência, risos.

Ter um filho foi o evento mais fabuloso da minha vida. Vez outra, olho para ele e penso, como podia estar dentro da minha barriga, como pode ser meu filho. Ah, vou te contar viu ! Agora ele já está sorrindo e toda manhã é a mesma coisa: Ele me acorda e quando vou no berço dar bom dia ele abre um sorrisão. Fico maluca apertando a bochecha e querendo mais. 

Pensei que fosse ter dificuldades com a troca de fraldas, banho ... mas está tudo indo muito bem. E trocar fralda é a coisa mais fácil do mundo.

Na realidade, minha grande dificuldade tem sido a organização da casa. Tenho uma faxineira que vem a cada 15 dias. Então, o resto fica por minha conta. Se eu tivesse alguém aqui todos os dias, eu diria que ser mãe não é tão assustador assim. O que cansa mesmo é a rotina de organização da casa. Por outro lado, estou aprendendo a fazer tudo com mais agilidade e sendo mais organizada. Consigo, assim, manter as coisas e ordem e fico mais tranquila. 

Já fiz pão, bolo, canjica, arroz doce ... e vamos lá.

Estou conseguindo dividir bem as funções com o papai. É óbvio que 90% do trabalho é meu, mas quero dividir as tarefas. Ah ! Todo sábado de manhã dou um mini passeio só eu. Deixo o bebê com o papai e fico duas horas fora. Já fui ao Shopping, 25 de Março e Liberdade. Tira um pouco o peso da rotina de ficar trancafiada no apartamento, mas agora com dois meses o bebezinho começará a dar seus passeios com a mamãe. O primeiro deles será no Parque. A ideia e ir sempre passear por lá e o bebê ter contato com a natureza e a mãe perder calorias.



<< Desculpa se o texto ficou meio desconexo, mas fiz como furacão.>>



O livro ! (Obrigada Regina !)






Adoroooo






Pin It now!

33 comentários:

Monique RJ disse...

Lindo o texto. "Transpira felicidade".

Muito bom sentir alguém tão bem, tão feliz.

Agradeça a Deus todos os dias pelo que vc tem.

Beijo grande.

Isabella Albuquerque disse...

O seu texto está ótimo. Aos poucos vamos nos acostumando à rotina do bebê. Beijos!

Priscila disse...

Oi querida :-) é tão legal ver o jeito que vc leva a vida, tentando ver o lado bom de tudo ... É muito legal ver como nós podemos ver a coisas fluírem de uma maneira agradável :-) vc é 10 ... E é uma inspiração .... Muitas vezes vc é um exemplo pra mim, pois moro com meu noivo e não tenho mais minha mae pra fazer as coisas por mim. E tenho que trabalhar, fazer janta e ainda quero passar em um concurso ... E ver pessoas como vc motiva e faz a gente pensar que não estamos sozinhos ... Bjão :-)

Dani disse...

Larrissa vc está certa cuidar do bebê sem se descuidar parabéns!!! Nossa vc conseguiu se desfazer rápido das roupas de grávida!! As minhas eu usei quase durante 1 ano após ganhar bebê!!KKK

Flávia disse...

A maternidade é incrível, mas por vezes, desgastante. Demorei muito pra retomar a rotina de cuidados com a aparência e agora tá dando um trabalhão. Que bom que vc não está bombeando com a sua. Um grande abraço!

Fabi Sereia disse...

Olá!!!Mas você está tirando de letra!E dividir com o papai as tarefas é tudo de bom!Esses minutos só seus fazem bem sim e com certeza cuidar de si mesma dá um ânimo danado!Parabéns,sou sua fã!

Mariza Zambelli disse...

kkk essa vida é muito louca mesmo né? Não te conheço, mas só de entrar no seu blog todos os dias parece que somos amigas. Se morasse em Sampa, ia adorar te conhecer, apesar de vc parecer ser bem reservada, enfim! Na verdade o que eu queria te dizer é que eu já passei por esta fase que vc esta passando. Meu filho hoje tem 3 anos, mas o período mais trabalhoso é o comecinho mesmo. Logo logo o bebe passa ter rotina, e o trabalho muda, pq na verdade ele nunca vai acabar, mas vai mudando, as vezes mais fácil, as vezes mais difícil, porém sempre muito prazeroso. A questão de ter uma pessoa ajudando diariamente faz realmente toda diferença. O trabalho com o bebe tiramos de letra, mas conciliar casa, marido, filho e trabalho é o punk! Mas vc esta indo super bem, força que tudo vai dar certo! Grande Beijo!

Danielly Tiepo disse...

Parabéns, sensação boa né...
Fiz um desapego aqui em casa tbm, ajuda bastante.

Continue nessa felicidade sempre.
Beijos

Paty_Nunes disse...

Passear .....

Srtª Poulain disse...

AOi larissa

adorei o texto, a foto é sempre um incentivo.
essa semana cheguei a minha 2ª meta de eliminar 30kg, estou super feliz e coloquei alguns antes e depois.seu blog sempre foi inspiração para mim.
Se possível me visita ok

bjkas

http://jeitopoulain.blogspot.com.br

Serependity disse...

Um passinho de cada vez e tudo se ajeita mesmo :D
Eu acho mesmo bem que não percas a Larissa que há em ti !!
As mães é que tratam da casa e desse 90% dos filhos, é por isso que andam sempre numa correria.. mas com organização tudo se consegue :D

Força :D

Ah e essa transformação é mesmo formidável!!

Beijinhos

Aninha **Fairy** disse...

Lari, parabéns!!!
Quando eu for mamãe quero ser como você. Não quero esquecer de mim, da minha individualidade.

Eu acho isso muito importante!

Queria conhecer o japinha!!!
Sua mãe vive convidando a gente prá ir almoçar lá! Quem sabe um dia a gente não se cruza?

Beijo!!!

Edilaine disse...

Tão bom passar por aqui...tão bom fazer parte dessa nova fase da tua vida! mesmo que seja assim de tão longe, mesmo que vc não me conheça!
Desejo mto felicidade pra vc!
Gosto mto da sua pessoa.

LINO LILI disse...

Oi Larissa!
Amo seu blog e venho aqui todos os dias.
Onde você encontra essas fotos do antes e depois das pessoas? Elas tem um blog que nos conte como foi a mudança?


Beijos
Marise

Mauren disse...

Que bacana! Pela que contas, estás conseguindo aliar tudo!
Lá em casa foi ótimo, pois como eu digo, meu marido só não deu de mamar, o resto ele dividiu comigo direitinho!
Eles levam mais tempo que a gente pra se entenderem pais. A gente, desde o momento que descobrimos a gravidez, já somos mães! Eles com a prática do dia-a-dia, com o bebê no colo, com a banheira...enfim!
Mas é maravilhoso participar de tudo com esses seres que mudam pra sempre a nossa vida!
Bjs e muito amor aí com teu filhote!
Mauren

Priscila Joyce disse...

Oi Larissa. Leio seu blog sempre, e nunca comento, mas hj não podia deixar passar. Não sou obesa, nem mesmo gordinha, mas estou 6 quilos acima do peso.Não tenho disciplina pra dietas férreas e nem tempo pra me matar na academia; então deixava pra lá. Até que, dias atrás tive um insight, uma revelação rs: percebi que o problema não era o peso, mas a relação com a comida.Estava feliz? Comia. Triste? Comia ainda mais.Tive que ajustar a cabeça - e apenas comecei o processo, há poucos dias,mas estou feliz,numa alegria boba,ingênua, de quem começa a adquirir controle sobre si. Não estou focada no peso, embora esteja, claro, de olho nele. Meu objetivo é mudar a minha relação com a comida, e sei que vou conseguir - já estou conseguindo. Obrigada pelo blog e por compartilhar tanto de vc aqui - foi mt inspirador para mim. Você nos ajuda a manter em mente que o tempo todo lutamos não contra o peso, mas "contra" nós mesmos. Abraços belorizontinos, Priscila

Valquiria disse...

"Não. Eu não quero ficar com cara de mãe. Quero manter a minha cara de Larissa e não esquecer de mim. Vou continuar usando as roupas que gosto. A mudança na vida já é tão grande que não dá para mudar até a minha aparência, risos." Lari, essa foi uma das coisas mais incriveis que já li sobre a maternidade e a nossa vaidade pós parto, parabéns eu concordo plenamente com você!!! Quando engravidei do Gui estava gorda, ganhei mais 25kg depois do parto emagreci 18kg rapidinho mas ao invés de eu me apegar a isso e continuar em frente, me via só como mãe e lasquei à comer nas horas vagas e o resultado vc já sabe fiquei obesa mórbida e tive que reduzir o estomago para conseguir emagrecer, hoje estou super satisfeita e assim como vc tem uma outra visão do pós maternal, não podemos nunca esquecer que somos MULHERES, que temos nossas VAIDADES e precisamos ter um tempo SÓ NOSSO isso é super saudável e só nos faz bem, mamãe feliz = filhote bem cuidado e feliz também! Obrigada por nos presentear com o seu post, adooooooro quando vc coloca a boca no trombone e nos conta tudo o que se passa, a gente se identifica e se entende...
Um mega beijo,
Val sleevada

Mirian disse...

Muito legal saber que está feliz e dando conta de tudo. Sabe...fazendo agora uma reflexão, passa muito rápido. Os meus dois tem 31 e 25 respectivamente. Mas ontem, olhando uma foto dela na escolinha, com 3 anos, vestida de caipira na festinha junina deu uma saudade tremenda. É tão maravilhosa essa fase em que estão perto da gente. Curte muito! Aproveita cada minutinho, como falei passa rápido demais!
Bjos e todo meu carinho pra vc, sempre.

Quaseumabalzaca disse...

Tõ chocada com essa foto...queria q meu braço afinasse tbm... sofro com isso! :(

Ana Paula disse...

Parabêns o tempo ficou muito bom, adoro sua discrição com relação a sua vida rsrsrs achava que eras solteiras, concurseira e só ainda bem que apesar de ser casada ele entendia sua necessidade de estudar eu nao tenho esse apoio do meu companheiro, então desistir.
Mas uma vez obrigada por existir em minha vida!!!

Dnha disse...

Parabéns Larissa...
VC tem toda a razão, não é só pq virou mãe que tem que se esquecer de vc... Tenha um tempo só seu, pra se cuidar, pra pensar, pra não fazer nd...
Bjos

Paula disse...

amei o texto :)
quando forem no parque chama as tias pra ir junto! estamos com saudades!
beijo!

Lilly disse...

Larissa, que bom que você está se 'enxergando' e tomando as rédeas da sua rotina e do emagrecimento. Todos nós ficamos felizes.

Precisa de uma vida organizada? Esse blog tem TUDO! www.vidaorganizada.com

A autora dele tem, inclusive, um outro blog que fala do método de encantamento de bebês, que deve ser ajuda para trazer rotina ao bebê e à família. Vale a visita aqui http://encantadoradebebes.blogspot.com.br/

Boa sorte
lillyvaiemagrecer.wordpress.com

Cláudia disse...

Menina, a rotina é massacrante mesmo. Olha, não quero te desanimar, mas sou realista. As coisas ficam piores quando a gente volta a trabalhar. Casa, filho, trabalho... ihhhhhhhhhhh é muita coisa para dar conta! mas a tendência é ir melhorando, devagarinho, depois é só alegria!
Bjs.

kuffa disse...

querida a tempos acompanbho seu blog, nunca comentei mas este post me tocou muito...tanto que sou enfermeira e trabalho com gestantes e na proxima quarta vou usar ele como inspiração principalmente a ideia de não descuidar-se de si e a ideia de passear um pouco sem o bebe...parabéns

Grazi Paz disse...

Adorei o texto. Amo ler seus posts. Me dá sempre ânimo. Eu também quero muito ter um filho e do jeito que vc conta, fico mais animada ainda. Feliz por vc! Também penso que as mães após terem filhos, precisam mesmo se cuidar, se amar e não ficar trancafiadas dentro do apto ou casa. Cada vez mais sou sua fã!

Drica disse...

Nossa como o tempo voou... eu nem soube que você estava grávida... para vc ver o tempo que fiquei longe... é a treva! rs
estou retomando meu blog e minha RA...
Fico super contente que vc tenha tido um bebe... adoro crianças... rs
que bom que sua rotina está tão legal... e que vc está conseguindo se reorganizar...
voltarei mais vezes de agora em diante...
bjins

Janaina MMM disse...

adorei o texto... eu com uma bebe de 4 meses ainda nao consigo essa alegria toda rs rs o papai aqui é desastrado e não fica sozinho com o bebe, não faz dormir e nem dá uma mamadeira ai já viu neh! Vamos juntas nesse emagrecimento!

Ingrid disse...

Concordo em tudo!!! Só tenho uma dúvida,como vc consegue deixar seu filho no berço? É do lado da cama?
Pq a minha acorda de 2 em 2 horas pra mamar e regugita muito, então ela dome na cama comigo, eu nao consigo deixar ela sozinha no outro quarto, por mais independente que eu seja, ou quisera ser...

Cristina Reis disse...

ADOREI a ultima foto! Deve ser um felicidade e tanto...

Luciana Toledo disse...

Adoro o undressed skeleton. Foi ele que me motivou a criar o meu blog, mulher alface = )

Gabi disse...

Oi Larissa, faz um tempão que não entro no seu blog, estava morrendo de saudades. Também virei mãe, minha filha está com 4 meses. Estou impressionada com a sua tranquilidade, isso é muito bom para vc e para seu bebê. Para levantar minha auto-estima comecei a me maquiar toda vez que saia de casa, até pra ir na padaria, foi super bom. Minhas unhas e meus cabelos estão horrorosos, mas estou sempre maquiada e bonita. Boa sorte.
Beijos
Gabi
PS: A única coisa que melhora as cólicas (tentei de tudo) é o tempo, vc vai ver, de uma hora para outra elas passam.

Mari Vieira disse...

Concordo com vc em genero numero e degrau rsss... Acho dígno a gente se arrumar e se dar presentes afinal se a gente não se sentir bem como vamos cuidar dos nossos pequenos? Eu sou exatamente a mesma pessoa compro um para mim e outro para ele kkk aliás até melhor pq depois e meu pequeno nasceu tenho um incentivo a mais para emagrecer e comer coisas saudaveis pq quero passar um bom exemplo e não quero que ele sofra o que sofri quando era pequena e gordinha... Tenho uma amiga que agora só compra roupas e etc para a filha gasta uma fortuna em roupas da lilica e ela anda que nem uma mulamba rss...Não concordo... Muito legal essa história de vc tirar o sábado de manhã para passear sozinha isso é muito importante!!! Bjs