quinta-feira, 11 de outubro de 2012



Esta sou eu. 40 quilos a mais. Ainda sou a mesma pessoa. A gordura e a vida deixam algumas marcas que são para sempre. Infelizmente.

:)


Pin It now!

19 comentários:

Sofia disse...

É difícil esquecer as marcas que infelizmente foram deixadas. O negócio é pensar nas outras tantas marcas que felizmente também ficam pra sempre! :)

Pophyshiine disse...

Sim, a vida deixam marcas!!! Porém maior do que elas, existe a forma maravilhosa que você encontrou para mudar o seu caminho. Encontrou-se tenho plena certeza!!!
Você é exemplo, parabéns...

Bjokas!

Piedade disse...

Boa tarde Larissa!

Parabéns, vc ficou bem melhor magra. Leio seu blog todos os dias, mas nunca havia comentado. Peso um pouco menos do que vc pesava nessa foto, ou seja, 92,5 para 1,72 de altura.
Minha meta é ficar com uns 64 a 68 quilos. Fico achando uma tarefa herculea, mas ai vejo vc, vejo a Petê Carmargo e me animo, vejo que é sim possível..
Tb sou advogada (pública), como vc e tenho um bebe de 1 ano e nove meses...conciliar isso tudo com dieta, só com auxilio de pessoas generosas como vocês..

obrigada e parabéns

Marise disse...

Larissa
Ver essa foto e o seu comentário me deixaram com lágrimas nos olhos...

Lembro-me que a uns três ou quatro anos atrás, você perguntou no blog, quanto cada uma queria pesar num futuro próximo...eu tinha 69 kg e respondi que queria ter 60.

Engordei quase 26 kilos... e ainda não sei, mesmo sabendo, onde me perdi.

Obrigada
Admiro muito você.

LINO LILI disse...

Larissa
Ver essa foto e o seu comentário me deixaram com lágrimas nos olhos...

Lembro-me que a uns três ou quatro anos atrás, você perguntou no blog, quanto cada uma queria pesar num futuro próximo...eu tinha 69 kg e respondi que queria ter 60.

Engordei quase 26 kilos... e ainda não sei, mesmo sabendo, onde me perdi.

Obrigada
Admiro muito você.

Manu disse...

Cicatrizes!

Sabe de uma coisa que eu não lembro de ter lido no seu blog (ou passou batido), você sofreu muito bullying, muito preconceito no trabalho, pois eu ja li e reli aqui, e várias vezes voltava pra ler no antigo também e você sempre contou muito pouco sobre isso, sei lá, gostaria de saber. Beijinhos!

Crix disse...

Vc é linda, antes e agora, porque é isso que vc é por dentro, por compartilhar experiências e sentimentos tão profundos e complexos com outras pessoas que vem aqui buscar inspiração.

Anônimo disse...

pois é Larissa a obesidade deixam muitas marcas...em mim deixa a marca de "não viver" me escondo de tudo e todos e simplemente não vivo. Larissa tirar fotos em praia vc adora né, eu também tenho uma ligação com o mar, me dá esperança. Larissa vc tem uma vantagem o seu rosto não fica tão gordo...eu com 68 kg já fico com o rosto deformado. Um abraço...te adoro.

Adriana disse...

Eu admiro você!! Estou com 87 kg e vou chegar nos 65/70 kg. Seu blog faz parte da minha rotina. Beijos!

Bruxa do 203 disse...

Mesmo com os 40 quilos a mais, você já era bonita, mais do que muitas magrinhas por aí.


Mesmo sem ter sido obesa, as marcas de ser gordinha ficam mesmo para sempre.

Fernanda Gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda Gomes disse...

Com certeza Larissa as marcas ficam para sempre ... mas também te ajudam a olhar para trás e perceber como você está bem melhor agora, tanto fisicamente quanto psicologicamente, e sem contar a auto estima que nos ajudam muito né? abraços e ótimo feriadão

http://silencioavassalador.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Pois é em mim deixou uma marca, na verdade uma doença, a qual peço tds os dias pra me livrar dela, sem engorda e sem que essa transtorno se torne em algo mais grave ainda. rs concordo seu rosto no auge da gordura era bonito, o meu fica deformado tb =/

Anita disse...

Larissa este negócio de marcas é bem real... tenho uma pessoa em mh família que emagreceu mais de 80 kg, as marcas continuam. E sei que quando eu emagrecer as marcas ficarão em mim tbm. Como vc disse "infelizmente"...

Um beijo Larissa!

Obs: Amo o seu blog. Como outras blogueiras, vc tbm é uma inspiração par mim!

Anônimo disse...

Eu mesma tenho várias. No corpo, estrias, manchas. Na mente, vergonha, medo do ridiculo, descrença em mim mesma. Até quando? Pq nasci para ser gorda?
E comer tem sido meu único prazer. é meu carrasco.

Anônimo disse...

Deixe de bobeira, quem vive de passado é museu! Foi gorda e daí? Não é mais! É o que importa! Todos tiveram problemas que já não existem mais. Além disso, nada é para sempre. Quando você estiver velha, poderá colocar uma foto de hoje e dizer: eu era tão bonita e agora não sou mais! Viu? Não faz sentido, faz? Tudo é passageiro nesta vida. Logo, o importante é viver o presente! Nada é para sempre! Além disso, quem se concentra no passado ou no futuro, perde a vida real, que é agora, tudo o que temos é agora! Felicidades! Bjs, amiga.

Anônimo disse...

Ser uma baleia náutica, uma bolofona, uma gorduchona é divertido, principalmente na hora de PEIDAR, ninguém suporta um peido de uma balofona, por isso é divertido hahahahahaha....

Anônimo disse...

Depois que fiquei gorda, por incrível que pareça, em alguns aspectos fiquei melhor, sou mais humana, sei o que é sofrer ... mas juro que me preferia antes: metidinha, magra e feliz ... já que nessa fase eu era amada. Hoje sou humilde, gente boa, mas nenhum me quer ao lado, tb teria vergonha de mim mesma.

Larissa, te acho o máximo! ... ADMIRAÇÃO ENORME!

Anônimo disse...

Parabéns...quero este ano sentir o que é ser magra também ....vc é muito linda e esse ridículo/ridícula despeitada/o que comentou ai em cima só pode ser infeliz.