terça-feira, 13 de novembro de 2012

Folha

Dieta emagrece mais do que exercício, 
mostram pesquisas
JULIANA VINES
DE SÃO PAULO


O último round da disputa científica entre dieta e exercício físico (qual emagrece mais?) foi vencido pela mudança alimentar.
Atividade física até ajuda a perder uns quilos, mas quem está acima do peso --48,5% da população brasileira, segundo o Ministério da Saúde-- precisa fechar a boca para ter resultado, de acordo com pesquisas recentes.
Uma delas, publicada em outubro último no periódico "Obesity Reviews", analisou os resultados de 15 trabalhos. Todos mediram o efeito de atividades físicas, como caminhada ou corrida, em pessoas que não fizeram mudanças na dieta.
As conclusões não animam. Na maioria dos estudos (que envolveram 657 pessoas e duraram de três a 64 semanas), a perda de peso foi menor do que a esperada.
"Algumas pessoas conseguem emagrecer bastante, mas, em geral, a prática de atividade física resulta em uma perda de apenas dois ou três quilos", disse à Folha Timothy Church, um dos coordenadores do trabalho. Ele é médico do Centro Pennington de Pesquisa Biomédica, em Louisiana (EUA).

COMPENSAÇÃO
Se toda atividade física causa queima energética e se para emagrecer basta ter um saldo negativo (gastar mais do que ingerir), por que a conta nem sempre fecha?
O trabalho de Church levanta algumas hipóteses. Segundo a principal delas, quem faz exercício acaba compensando a perda de calorias comendo mais. Isso aconteceu em pelo menos dois artigos analisados.
"Não sabemos por que isso ocorre, estamos estudando melhor agora", afirma.
Para o médico do exercício Marcelo Leitão, da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, é comum as pessoas superestimarem os efeitos da atividade física.
"As pessoas têm uma noção errada de que se fazem exercícios podem comer o que quiserem. Se você fizer uma hora de atividade e depois tomar uma cervejinha, já recuperou o que perdeu."
Para gastar 500 calorias (meta diária de quem quer perder meio quilo por semana) é preciso fazer uma hora de atividade de alto impacto, como uma aula de "jump". O esforço pode ir embora em dois pedaços de pizza.
"Uma hora de caminhada por dia muda indicadores de saúde, mas não necessariamente faz perder peso", acrescenta Leitão.
Editoria de Arte/Folhapress
FAZENDO AS CONTAS

"É muito mais fácil cortar calorias do que gastar. As dietas, em geral, são supercalóricas", afirma Julio Tirapegui, bioquímico e pesquisador da Universidade de São Paulo.
Uma pessoa com sobrepeso pode consumir mais de 3.000 calorias por dia e um obeso chega a 5.000, segundo o médico argentino Máximo Ravenna, autor de "A Teia de Aranha Alimentar" (Guarda-Chuva, 264 págs., R$ 38). "Não tem como compensar isso com exercício. Tem que reduzir pelo menos 40% da ingestão de alimentos."
Outro ponto a considerar é que o gasto de energia resultante do exercício não é exato: varia segundo o condicionamento físico e as características pessoais (altura, peso, idade). Na dieta, dá para fazer as contas com precisão e cortar calorias.
Foi calculando tudo que colocava para dentro que Lucélia Bispo, 27, auxiliar administrativa, perdeu 23 quilos em cinco meses, sem exercício. Ela fez uma dieta de pontos de um site especializado.
"Não deixava passar nada, anotava até uma bala", diz ela, que antes já tinha feito regime, sem sucesso.
"Sempre dá aquela impressão de que não vamos poder comer nenhuma besteira. Mas aprendi que se for um pouquinho, tudo pode."
O recorde de Lucélia foi ter perdido 2,3 kg em apenas uma semana.
Depois de emagrecer bastante, ela passou a fazer uma dieta de manutenção. Hoje está com 71 kg. "Só agora vou fazer academia, porque fiquei com um pouco de flacidez."

IMPOSSÍVEL NÃO É

É claro que quem pratica exercícios com regularidade e foge da armadilha da compensação alimentar consegue perder peso.
Na cabeça do psiquiatra Volnei Costa, 31, nunca passou a ideia de fazer regime: "Gosto muito de comer".
Quando viu que precisava emagrecer, manteve o cardápio e começou a treinar pesado seis vezes por semana, alternando musculação e exercícios aeróbicos. Em seis meses eliminou oito quilos --passou de 79 kg para 71 kg. Hoje está com 76 kg. "Ganhei massa muscular", diz.
Victor Moriyama/Folhapress
Volnei Costa, 31, perdeu 8kg só fazendo exercícios físicos
Volnei Costa, 31, perdeu 8kg só fazendo exercícios físicos


Abandonar o sedentarismo também foi decisivo para a designer Camilla Pires, 23. Com 21 anos e 85 quilos, ela começou a nadar. A atividade motivou mudanças no cardápio. "Passei a pensar mais no que comia. Estava fazendo muito esforço, não podia desperdiçar."
Por um ano, ela juntou a fórmula dos sonhos dos especialistas: adotou uma " alimentação saudável" e se mexeu mais. Além da natação, passou a correr. Perdeu 24 quilos. "Para mim, o que fez a diferença foi o exercício, mas também parei de comer compulsivamente ", conta.
O pesquisador americano Timothy Church, apesar das ressalvas, admite que, com a atividade física, o emagrecimento fica mais fácil. E até dá a receita: 150 minutos de caminhada rápida por semana e 2 dias de treinamento com pesos (20 minutos por dia).
Para Franz Burini, professor da Unesp e médico da academia Reebok Sport Club, não existe atividade física ideal. "O melhor exercício é aquele que é feito", afirma. E não precisa passar uma hora na academia para ter resultado. "Ser fisicamente ativo é se mexer mais todo o tempo. Tem pessoas que treinam uma hora e ficam paradas as outras 23."
Editoria de Arte/Folhapress
Pin It now!

25 comentários:

Ana Ruth disse...

No meu caso anotar o que comia me fez entender essa matemática toda...mas só por constatação testei essa formula comigo mesma. "Empacada" há 3 meses nos mesmos 57 fiz o calculo de meu gasto calórico basal que é só 1.290 Kcal ( juro que pensava ser mais). Trabalhando a favor do emagrecimento exercícios aeróbicos, musculação e Bike indoor e cuidados na alimentação durante a semana e trabalhando contra pequenos e frequentes pecados de finais de semana, no saldo final a média era de uns 1300Kcal ou seja muito lentamente eu estava engordando graças ao meus finais de semana...Solução faço um plano de guerra já na sexta-feira e planejo para me alimentar melhor e me exercitar na medida do possível...continuei anotando e quando cheguei as 7000Kcal a menos perdi 1kg.... comigo funcionou... Só mesmo pra compartinhar que comigo os cálculos bateram. Mas cada um tem seu estilo de emagrecer... beijos e felicidade à todas!

Anônimo disse...

eu acho que o exercício físico é imprescindível para o emagrecimento. mesmo quando estou comendo super pouco emagreço apenas gramas e as vezes não emagreço nada. mas é só colocar 4 dias de caminhadas por semana que os quilos se vão...então acho que cada organismo se adapta a um tipo de privação...o meu não se dá bem sendo privado de comida apenas, preciso me mexer para emagrecer!

Ju disse...

Fato que os dois juntos é a melhor solução!!! Mas RA é mais que o básico... sem ela não tem como!!!
Bjo

Nanda disse...

Acho que a pesquisa acaba não mostrando nada de novo... uma dieta equilibrada e exercício sem formúlas mágicas só aquilo que a gente já conhece, mas não quer aceitar! rs

Anônimo disse...

Eu só comecei a emagrecer de verdade quando aderi a uma dieta hipocalórica e caminhadas três vezes por semana.

Quando chego num platô, tenho que modificar a dieta, diminuir calorias ou modificar o tipo de alimento (aumentar as proteínas e diminuir os carboidratos, principalmente os refinados que troco por frutas).

Comparando meus resultados com os da minha irmã que malha pesado, percebi que emagreço mais e mais rápido, porque, de fato, ela acaba sentindo mais fome e come mais.

Mas é verdade que o corpo dela tem ficado mais bonito.

Eu só vou para a malhação depois que terminar de emagrecer (já foram 36, faltam 18 quilos para chegar na minha meta de pesar 58 quilos).

beijos

Anônimo disse...

Bem, essas pesquisas sempre apresentam algo "novo" para logo em seguida se desmentirem. Sei que cada corpo e metabolismo operam de maneiraa diferentes; mas, a minha opinião é que a prática de exercícios (aliada.a uma verdadeira alimentação saudável) deve ser encarada como fundamental para nossa qualidade de vida, saúde, bem estar e resistência - e não somente relacionada ao processo de emagrecimento. Fazer exercício te deixa mais ativo, ágil, forte (em todos os sentidos), e nos permite envelhecer sem tanta fragilidade..nossos ossos, joelhos, musculos precisam ser "utilizados" e cuidados para que não fiquemos tão expostos a fraturas e quedas, por exemplo.

Anônimo disse...

muito legal esse post...

e pra quem ainda acredita que existe "magra de ruim", olhem aqui o tanto de bolacha de doce de leite que ela come...kkkk

http://corpoacorpo.uol.com.br/dieta/dieta-das-famosas/cardapio-secagordura-de-deborah-secco/2878

Andrea

Wilma Santos disse...

Déficit de 7000calorias!! acho muito, ainda bem que ainda assim, venho lentamente eliminando quase 3kg, Viva!! Vou medir meu metabolismo basal, sempre quis saber, veremos.
Quisera o emagrecimento fosse essa lógica toda mesmo...brigadeiro, quindim, pastel frito? nem lembro o que seja...

Anônimo disse...

Comigo só funciona quando faço exercicio, porque só cortar alguns alimentos o resultado é super lento.

Flavia disse...

Eu pratico atividade fisica, desde muito novinha só que só vi resultado após reeducação alimentar.Antes treinava e comia errado era gordinha.Não tem jeito alimentação é 70% e treino 30%.

Anônimo disse...

Eu ganho e perco peso facilmente. Mas acredito também que a perca de peso seja mais vinculada à alimentação do que ao exercício, até mesmo porque se a malhação for mais pesada você acaba ganhando peso por adquirir massa muscular. Perdi durante esse ano 6kg, lentamente, e ainda faltam 29kg para finalmente chegar ao peso ideal de acordo com o IMC.

Roberta disse...

Emagrecer resulta da combinação dos dois: dieta e exercícios. Porém eu sou contra a expressão "tem que fechar a boca", pois acredito que o fundamental é aprender a comer melhor, e não somente cortar calorias. Isso, aliado à atividade física regular, é o ideal. Só fazer dieta pode até funcionar, mas creio que o resultado não será duradouro. Ao menos para mim, é assim que funciona...

Beijo pra vc Larissa!
Roberta

Fernanda disse...

Adorei a reportagem.
Eu "funciono" melhor com dieta do que com atividade física, embora não abra mão da última.

Anônimo disse...

Olá,

Acho q o exercício físico acelera o resultado da dieta, reduzindo medidas e modelando o corpo (é animador perceber q a cintura diminuiu por causa dos exercícios...)

A matéria é válida p/não ficarmos nos torturando de q é preciso malhar e q sem exercícios, todo o esforço da dieta será em vão...

Reduzir as quantidades de comida dá resultado sim!

Bjos,

Denise disse...

Muito legal, adorei esse post !

Luciane Mendes disse...

Eu não concordo muito com este artigo, porque somente fechar a boca emagrece, mas deprime, a atividade física faz bem pra mente, pro corpo, pra auto estima... quem deseja emagrecer também deseja ter uma qualidade de vida melhor... imagina só uma pessoa bem gorda: emagrece e faz o que com as pelancas???? Tem que ter AF.

Gráfica Design Graph - Imprimindo Ás Suas Idéias! disse...

oo

Mirian disse...

Muito já foi dito aqui e acredito realmente que cada organismo funciona de um jeito. Posso falar apenas de minha experiência. Sem exercíco associado não funciona. Só com RA não saio do lugar. Então acho o seguinte: cada uma tem realmente achar o que funciona e tocar bala para chegar a um resultado. Como a Larissa fez. Come de tudo, um pouco. Já outros eliminam totalmente o doce, outros a gordura. O negócio e emagrecer e ser feliz e não se sentir numa prisão ou caixa de tortura.
Bjão Lari. Se cuida!

Anna - Eu Crio Moda disse...

Eu funciono melhor com exercicios, seu eu n praticar atividade física eu n emagreço muito, pois se eu cortar muitas calorias meu corpo se revolta rs Mas é como a galera tem dito, cada um com o seu organismo...

Gleysa Lopes disse...

Otimo post, eu tenho que se os dois para perder algo aqui...kkkkk

Tem um MEME para vc la no meu blog

Bjs

Gleysa
www.demamaeursa.com

Vanessa Lemos disse...

O melhor é realmente reduzir a ingestão de calorias e gastar maus do que se consome.

Comer bem e praticar atividde física com equilíbrio e respeitando os seus próprios limites.

Não tem mágica.

Bjs



Raquel disse...

Eu mesma perdi 15 kg sem mover uma palha, só com dieta. Realmente a alimentação é o carro-chefe do negócio. Mas não é só a quantidade, tem a questão do controle da insulina, que é muito importante também. É o que, de fato, nos faz perder peso.

Débora disse...

Adorei o info de estratégia... pra mim, com a vida corrida, trabalho + faculdade nao consigo fazer atividade física, mas consigo andar mais onde trabalho, por exemplo. Tenho 1h30 de almoço, levo 30 minutos pra comer, logo me resta 1h pra andar... farei ao menos 20 minutos de "caminhada" no serviço essa semana, e pensarei em algo que como sempre e eh bastante calórico para cortar da dieta. Adorei seu blog, a maneira como escreve e como mantém sua família no sigilo... um beijo! E lutemos, pois com certeza a vitória é doce.

Anônimo disse...

Sei não...eu sou bem sedentária e me alimento de forma saudável nas principais refeicções porém com algumas porcarias ao longo do dia. Fui para academia e comecei a fazer 20 minutos de caminhada com mais. Meia hora de musculação. Tenho 40 anos, 163cm e 67 quilos antes de começar. Uma semana depois eu estava com 62 quilos e sem fazer dieta. O que aconteceu?

Rosa Branca disse...

Adorei o post parabéns

Paty Alves
www.agape-amorverdadeiro.blogspot.com
www.patyiva.blogspot.com
www.tentardecoracao.blogspot.com