quarta-feira, 8 de junho de 2011

Decisões

De verdade. Adoro o meu trabalho (Na maior parte dos dias). Aprendo diariamente e ajudo muita gente efetivamente. Direito do consumidor está presente em nossas relações diárias e ter conhecimento sobre isso é fabuloso. Mas infelizmente ser funcionária pública "peã" não é a maior maravilha do mundo. No meu caso em especial a possibilidade de crescimento profissional é remota. Não sou amiga do rei. E na verdade tem uma hora que cansa ser boa profissional, cumprir com os objetivos desejados ... e nada acontecer. A situação é clara. Posso continuar fazendo tudo como sempre e não sairei do lugar e isso é desestimulaste ao extremo. (Agora entendo a figura "típica" triste do funcionário público) Confesso que, apesar de estudar, fiquei um tanto acomodada com o trabalho diário de 6 horas e o direito do consumidor que tanto gosto. Mas o momento de buscar novos horizontes chegou. É claro que não posso me dar ao luxo de pedir demissão e ficar em casa de "Dona-de-Casa-concurseira". Fora de cogitação. A idéia é usar esse momento de insatisfação profissional para me dedicar aos estudos e meu novo (velho) Norte. Me falta constância, me sobra organização, material e vontade de "mais". Busco disciplina e continuidade. No momento estou revendo tudo. Mas o basta foi dado.

Mereço mais. Quero mais. E o mais importante: Posso mais !







Cansei do frio.







Pin It now!

44 comentários:

Alexa disse...

Estou na mesma água... Ando pensando em passar em outro concurso e;ou abrir meu negocio proprio. Sorte e sucesso em sua busca.

Kelly disse...

ADORO ler seus post sobre concurso!
Me estimula MUUUUUUITO!!! =)
Tb sou concursada e "pea". =)
Ja estou no meu concurso ha 5 anos e tb insatisfeita.
Porem estou passando por uma crise no relacionamento e isso tem me tirado o foco dos estudos e da RA!! =(((
Se vc pudesse comentar algo, te agradeceria, mesmo!!
Bjsssss...

Anônimo disse...

Já eu sou concurseira iniciante, mas também pretendo utilizar um cargo escada até chegar no cargo tão desejado!
Esses momentos renovações são motivadores!
Tenho certeza que você pode e qualquer um que estiver disposto a se dedicar também poderá!!!

Boa sorte!!!

Fernanda disse...

Parece que há momentos em que queremos dar um basta em tudo, jogar tudo para o alto e mudar... pena nem sempre ser possível. Mas é isso aí, sempre ter um sonho e lutar, será que não é isso o segredo da vida? Também cansei do frio, tenho muita fome, e eu odeio isso!

Bruxa do 203 disse...

Também sou funcionária pública em um lugar totalmente sem possibilidades de crescimento. Ainda estou em busca de mais organização para estudar e tentar algo novo.

Rosy disse...

Parabéns pela atitude Larissa, a maioria das pessoas tem medo de sair da zona de conforto e buscar novos horizontes.

Eii se você ta achando frio aí, imagina aqui no Sul, o pessoal só fala em fazer fondue, ôhhh tentação hehehehe

Bjus

Elaine disse...

Qual é o "seu concurso"? MP neh?
eu ainda nem peã nao sou, e ja to repensando se quero a vida de funcionária pública mesmo ou nao... todo dia me torturo com isso, gosto de fazer sentenças e tal, como faço sendo estagiaria de pós graduação, mas nao sei se aguento a vida de concurseira por mais muito tempo e acabo seguindo os passos dos meus pais no ramo privado.... isso me deixa tao angustiada.........

beijaoo

Vivi disse...

Você falou o q sinto...se me permite, vou te dar um conselho: nao deixe o tempo passar... Eu ja sou final de carreira e ganho mais q o inicial dos concursos q me interessariam...financeiramente nao vale mais a pena pra mim... Só q continuo sem gostar do meu cargo público atual... Incrível, nè?

Rosana disse...

Querida Larissa,

Não sei nem o que te dizer sobre o funcionalismo público... Sou funcionária pública, estou no cargo que almejei desde a adolescência, uma realização de um sonho. Cheguei cheia de vontade, comigo nao, vai ser diferente. Pura ilusão. Vc é até excluido do grupo de colegas se cumprir com excelencia sua função. Aqui sou considerada uma "Dondoca", gosto de me vestir bem, porque é uma questão de respeito para com o próximo, então já viu, sou vista como "Bem Casada", "vida mansa". Tantos cursos para que?
Para conviver com pessoas desestimuladas, acomodadas, estressadas, que se orgulham de não estudar mais, que se julgam uma celebridade e que a população deveria reverencia-los.

Nos meus 34 anos bem vividos, coloco hoje na balança até minha escolha profissional. E com o emagrecimento, se ja conseguimos tantas coisas legais, que não foi só a eliminação de peso, tem muitas conquistas internas neste processo, a vontade que tenho é de viver, chutar o balde e fazer um trabalho bem diferente do que faço.

Então amiga bboaaaaaaaaaa soooooorrrrrrrtttttttttteeeeeeeeee,

Bjoks,
Rosana

Lu_Russa disse...

Tudo o q vc disse é o que imagino ser funcionário público...não é para pessoas dinâmicas que querem "mais".

Eu pensava q vc fazia concurso exatamente pra isso : se acomodar !

Até que eu e meus amigos brincamos muito com isso : as pessoas no Brasil são divididas em 2 categorias : os funcionários públicos e os que não são..rs

ainda bem q estava errada a seu respeito !

bjão !

Talita Oliveira disse...

Sou funcionária pública e entendo exatamente o que vc está falando. Realmente a gente tem que ter mt cuidado pra não cair no comodismo qnd a gente chegou "quase" lá! Pq passamos num concurso mas ainda não é O concurso. Te entendo. Tb tenho que ir atrás!

Bjs

poli disse...

Acredito que seja este comodismo que faz grande parte dos funcionários públicos berrarem quando se fala em meritocracia, que seria o reconhecimento de quem faz mais do que o cargo exige, se empenha, atende bem. Ou seja, age como se o local e trabalho fosse uma empresa, que precisa de lucro, e não uma "repartição"...

Eliz disse...

Nossa, Larissa!!Realmente acertei seguindo seu blog. Acabei de sair de um cargo "peã" pq não aguentava mais esse remar sem rumo do clichê "funcionário de repartição"...cheguei ao meu limite e pedi exoneração.Tb não acho a melhor opção ser dona de casa concurseira, mas continuar onde trabalhava estava me matando aos poucos...a escolha já deu resultados!!organizei minha casa, estou emagrecendo e com sensação de "quero mais, posso mais" constante. é preciso mta coragem pra se permitir sonhar alto.bjo

Mary_SLZ disse...

Adorei todos os comentários acima! Vocês são pessoas especiais! Tomo pra mim como motivação!

irina disse...

arissa, como smepre suas plavras são inspiradoras! Boa Sorte!!!

Jóy- Mudando de Vida! disse...

Detesto acomodação...querer mudar e melhorar é o melhor caminho sempre!!


Nãoooooooooooooooo a Rotina!!
Nãoooooooooooooooo a Acomodação!!


Bjokas!!

Anônimo disse...

Tb concurseira. Tb insatisfeita. Estou no meu trabalho concursada há 4 anos e estou super insatisfeita. Quando entrei nesse trabalho estava num pique de estudo absurdo, mas acomodei geral. Esse ano decidi que vou passar definitivamente em outro concurso. Estudo todos os fins de semana. Estudo também um pouco durante a semana à noite, mas o que rende mesmo é sábado e domingo. É um dilema, trabalho 7h30, ganho um belo salário, tenho excelentes benefícios, PLR e tudo... tenho até medo de reclamar... Mas eu realmente preciso de uma mudança e sei que só depende de mim. Já fiz isso antes, tenho todas as técnicas e sei que vou conseguir! Parabéns pelo seu blog!

Anônimo disse...

Ai gente pelo amor quem, pode me ajudar?
quero muito conseguir um concurso meio-período pra poder me dedicar ao meu filho mas nem sei como começar, nem sei o que estudar, por favor me ajudem a dar o primeiro passo? Deixo meu mail por favor Larissa ou leitores se puderem me ajudar,não aguento + essa vida de trabalhar 44 horas semanais, tem 15 anos q faço isso. Ha tbm tenho licenciatura plena em matemática e bacharelado. Atuo na area de informatica. meu mail: diariodane@gmail.com bjs Cris

Anônimo disse...

Realmente Larissa e com todo respeito ao profissional público, com o seu perfil, acredito que vc conquistaria uma carreira brilhante em empresas privadas. Boa sorte!

Ana

Anônimo disse...

Adorei o blog. Sou func públ tb e to na mesma situação de insatisfação. Tb to pensando em fazer outro concurso, procurar outras oportunidades, enfim, mas é tão difícil dar o primeiro passo... Fiquei inspirada com esse post. Boa sorte! To torcendo!

Anônimo disse...

Eu apoio a concursaria! Sou uma funcionária pública (típica?)! O fato é que no serviço público tem um limite...e pra gente se acomodar na cadeira é um pulo!
Estou no meu cargo (MPF) a mais de 13 anos; Para os meus objetivos, para o contexto da minha vida, tá atendendo! Na real não tenho á mais todos os ingredientes que tu colocastes ali no post :"constância, organização, material e vontade de "mais". Se "Mereço mais. Quero mais. E o mais importante: Posso mais !", creio que sim...mas tudo a seu tempo! O que vivo profissionalmente me satisfaz.
Já li em algum lugar aqui pelo teu blog do teu desejo em passar para um cargo no Min. Público (não me recordo de estadual ou federal) :-D Então te digo: tenta para o federal! Aí não precisa ser 'amiga do rei'; alguns cargos aqui dentro são os 'Reis (deuses?)' em pessoa! :-D

Bj e força aí em todas as decisões e atitudes presentes e futuras!

Mauren

TERCY disse...

Larissa eu sei bem o que isso é mas ao menos voce estudou e trabalha em algo que gosta , ao contrario de mim... infelizmente nao tive força para estudar e acabar ... pois tudo o mundo queria que eu fosse uma coisa que eu nao queria...
Todo o mundo queria que fosse ou gestora de empresas ou contabilista mas por mais que eu olhasse nao me via como tal!
Por isso desisti de tudo...
Eu sempre tive em mente de ser cabeleireira e maquiadora profissional mas para nao desagradar minha familia nao tirei o curso quando devia e agora estou todos os dias sentada a frente de um computador fazendo trabalho de secretaria/escrituraria... durante 8h diarias 5 vezes por semana...
E me sinto como voce... sem futuro... sem motivação..eu simplesmente trabalho para receber salario...mas gratificação e satisfação interior é ZERO!
Ja trabalho a 5 anos e nao gosto do que faço!!! hoje so agradeço de nao ter ido em frente no curso de gestão pois iria me arrepender profundamente!
O meu maior sonho era ter um salao meu ser maquiadora Pro... nao que eu desvalorize quem trabalha em escritorio como eu pois Muita gente queria estar no meu lugar , eu sei ! Mas é aqui mesmo que entra a Vocação... e eu nao tenho Vocação para Isto!
So estou a espera de um milagre ...de uma luz ao fundo do tunel...de uma oportunidade...

Larissa adoro/amo seu blog ja sigo voce a tanto tempo desde o emagrecimento ... adoro voce
E Luta por Voce !!!

Grande Beijo

http://charme-rosa.blogspot.com/

Daniela Borges disse...

Larissa
eu estou meio que na mesma situação que vc. A diferença é que não exerço a profissão na qual me formei. Mas, estou há 09 anos no serviço público, ocupando um cargo técnico e fazendo um monte de trabalho que detesto. Já me acomodei, sabe?! Tenho medo de sair e me dar mal e ao mesmo tempo tenho de ficar e me arrepender. O salário aqui onde trabalho, é um excelente salário pra um cargo que exige apenas ensino médio completo. Entetanto, há um tempo também venho dizendo pra mim mesma que quero, posso e mereço mais. Aí comecei a procurar emprego fora do setor público, e é deprimente ser chamada pra entrevistas e nunca ter uma resposta. É deprimente a quantidade de experiência que exigem. Deprimente o salário que oferecem pra um cargo de nível superior.
Mas, mesmo assim, ainda quero mais, porque sei que posso muito mais do que faço aqui.

Dançando disse...

eu vou começar a vida concurseira novamente,,,,passei em um concurso e espero ser chamada, agora´só sou concurseira,,,é bom mudar os horizintes né? um abraço e tudo de bom nos seus estudos
http://dancandoamusica.blogspot.com

Pérolla Yara disse...

Oi lindona!
Nossa, lendo seu post me senti a própria "dona de casa concurseira", terrível!!! Que condição horrível, muito pior que a sua!
Mas, acredito que sua insatisfação seja em razão de não ter chegado aonde realmente gostaria, pois eu mesma, sinceramente adoraria ser "peã"...kkkk
Mas, força, vamos em frente, à luta!!
Você consegue!beijoo

Milena disse...

É isso ai guria, nada de ficar estaguinada!!!
Você não pode trabalhar em uma outra coisa em outro horário?
Em um hobby talvez?Sei lá é uma idéia!!
Espero que consiga o que desejar, se é outro concurso beleza, vá em frente e busque o que quer!!!
Beijossssssssss

Sabrina Sebaje disse...

Oi, sei bem o que está falando, já algum tempo nessa vida, ou digo de sempre. Eu agora estou na fase deixa a vida me levar, e no momento estou num local que gosto, as vezes vem o desanimo, mas tento inventar e denovo pego folego, porque crescimento salarial necas.

Bom estudo, Bjks Bina

http://bybina.blogspot.com

Ju disse...

Simplesmente amei o post!!!
Perfeito pra mim!!!
bjossss

Heloisa disse...

Bom, vou falar do meu lado da moeda.
Sou servidora pública federal concursada (duas vezes) e ocupo cargo de nível superior + função de confiança. Isso há 18 anos.
Ao contrário do que muita gente (desinformada) pensa, no órgão em que trabalho as pessoas não são desmotivadas, acomodadas ou desanimadas. Ao contrário, as pessoas são dinâmicas, cordatas e buscam sempre a excelência no serviço prestado. Mas há casos e casos. Nem todo órgão público é assim e nem todo servidor público é dinâmico e prestativo. Eu fui agraciada com a aprovação nos dois concursos que fiz (um de nível técnico, que foi o degrau inicial da carreira, e outro de nível superior, onde estou até hoje). É claro que às vezes pinta aquela sensação de estagnação, já que estou no auge da carreira. Mas quer saber? Em todos os cargos é assim. O ser humano é inconformado por natureza e sempre quer mais. No meu caso, estou feliz no meu cargo e me sinto completamente realizada. Afinal, conheci meu marido no trabalho, tenho casa própria, troco de carro todo ano e viajo para o exterior também todos os anos. O serviço público proporciona essa segurança. Então o que eu tenho a te dizer é que não desista da sua busca. Às vezes a gente acha que tem perfil para um trabalho, mas acaba se decepcionando. E o contrário também acontece. Conheço pessoas que largaram a magistratura e o MP para irem advogar, justamente porque não se encaixaram no perfil. Você só vai saber quando conseguir chegar onde quer.

Nuno e Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nuno e Paula disse...

Nem mais!
Passei por aqui, para lhe dar os parabéns pela sua luta e vitória!
Também comecei o meu blogue sobre perda de peso (chama-se "Um minuto na boca, uma vida inteira nas ancas"), inspirada pela sua persistência!
Em Fevereiro deste ano, tive um grande acidente de viação. Graças a Deus, continuo a andar normalmente, mas fiquei com uma lesão em dois discos da coluna e tenho urgentemente de perder peso, para não fazer pressão na coluna. As dores são muitas, se não perder peso.
Por isso, mais uma vez parabéns e tenho a certeza que tal como até agora consegui ter sucesso, também vai ter nesta fase!
Tudo de bom!!!
Paula

Lucilene disse...

Vez ou outra é importante dar o "basta". É o que nos impulsa. Com certeza, você conseguirá. Como disse, sobra em você organização e conteúdo!

Força e sucesso!

Larissa disse...

Vocé é uma pessoa iluminadíssima.
Esforçada, batalhadora.
Acredito muito em você e no potencial que tem!


Aproveitando o post... preciso comentar!
Adorei a imagem. Pra mim, esse seria um "modelo" de beleza que gostaria de seguir..rs!

Beijo
Chará*

Brenda. disse...

Você é uma exceção admirável! Geralmente as pessoas se acomodam e preferem levar aquela vidinha de sempre a tentar novos caminhos.
Boa sorte!

bjos

Operação Vestido disse...

De onde vc tira tantas imagens de pin up?

Milla Pimenta disse...

Oiiee! :)
a um boom tempo acompanho seu blog, e confesso que você é uma inspiração pra mim rs.. Enfim, estou aqui pra avisar que estou te seguindo e que coloquei você na minha lista de "Guerreiras" :) .. espero que não se importe rsrs e que possamos manter contato! :)
boa sorte sempre, ótimo fds!

*CAMILA* disse...

vc sempre pode mais!!!!vá em busca!! só não consegue quem desiste!!!! rsrsrsrs

Anônimo disse...

Talvez procuramos o caminho certo no lugar errado, talvez o caminho que sonhamos nem seja real, nem atenda aos nossos anseios e desejos. Se sempre procura a mesma coisa num lugar e não encontra,talvez deva mudar o lugar onde se procura. Talvez uma escritora, talvez numa editora, talvez outra faculdade (jornalismo à direito), talvez psicologia. Isso não é desistir, tampouco sinal de incompetência, apenas descobrir o que te faz feliz, escolher a felicidade ao orgulho (de um dia ter traçado a meta e "não conseguir atingí-la"). Ajudar ao próximo? Isso não é necessário entrar em concurso algum, pode fazer agora mesmo, se é que já não o está fazendo agora mesmo...Talez o caminho de nossa vida, não seja o caminho de nossos sonhos...talvez a felicidade esteja mais perto (e mais fácil) do que se imagina.

Boa Sorte!

Mônica C.A.E.C.

Anônimo disse...

Eu acho que também me sinto assim... Só que no me caso tenho receio de deixar o atual trabalho só pra estudar... Já ví muita gente fazendo isso : uns se deram bem, outros nem tanto... O que me incomoda é ter medo pois impede a gente de fazer muitas coisas que gostaríamos... Te admiro muito e uso seu exemplo como incentivo!!!
Bjão!!!!!!!!!!!!!1

Kari disse...

Pois é Larissa. Tb sou funcionária pública e vivo exatamente isso. Queria tanto ser Engenheira renomada e tal. Mas independente do que eu faça no meu trabalho não vou crescer pra canto nenhum. Enquanto que os apadrinhados crescem sem fazer merda nenhuma.

Pra mim a única maneira de ter mais status e mais dinheiro é passar em outro concurso melhor.

Vamos nessa.

Heloisa disse...

Amei essa frase que finaliza o seu post: "Mereço mais. Quero mais. E o mais importante: Posso mais !"
Vou anotá-la em minha agenda e repeti-la mentalmente todos os dias!
Adoro seu blog!
beijos

Bruno disse...

Estou no mesmo barco ! há pouco mais de 7 anos passei num concurso federal para 1 universidade federal na minha cidade, e tinha tudo para estar feliz, pois sou estável e estou numa cidade onde nasci, cresci e vivi minha infância e tem praia ! mas não estou ! acho o salário baixo e desestimulante, não gosto do que faço e a carreira não dá chance de crescimento ! sou técnico-administrativo em educação, e esse cargo na minha opinião o salário é muito baixo comparado com a maioria dos outros órgãos federais ! além disso, trabalho numa atividade meio, pois numa universidade o professor é sempre prioridade e tem mais voz em relação aos técnicos! além de ganhar mais, eles ainda se acham no direito de pisar na gente, colocando serviços que são do próprio interesse deles para nós fazer(empurram tudo o que podem), alegando que parte administrativa não é com eles ! ou seja, acham que o técnico é o empregado pessoal, corinho deles ! tô de saco cheio de ganhar pouco e ficar engulindo sapo ! não quero isso pra minha vida toda ! estou com 34 anos e, em junho deste ano, já faço 35 anos ! e quero correr atrás dos meus sonhos antes que seja tarde ! quero passar num concurso do Judiciário, INSS, Receita ou Senado Federal ! e estou estudando muito e fazendo concursos direto para áreas pretendidas e com faixa salarial interessante ! bem, me excedi ! Mas é isso aí ! vamos a luta ! abraços

Anônimo disse...

Concordo contigo, pois no início da carreira de servidor público me senti estimulado pelo serviço. Apostava nessa carreira e em poder proporcionar um melhor padrão de vida para minha família por conta do rendimento financeiro ser bastante atrativo. Mas no decorrer da minha carreira notei que o serviço que se desenvolve não é reconhecido. Então o servidor público se sente numa "lagoa estagnada", pois muitas vezes ele está desenvolvendo um trabalho excelente em um setor, mas sem a menor justificativa ou nenhum motivo plausível ele é deslocado para outro setor afim de desenvolver um serviço que ele desconhece e sem ter tido nenhum treinamento, mas mesmo assim é exigido que ele desenvolva um trabalho exemplar. Essa é a situação que "às vezes" ocorre na carreira de um servidor público. Muitas vezes se depara com chefes que optam por desenvolver o perfil de "cacique" perante os funcionários do setor onde chefia. LOGO, É BASTANTE DESGASTANTE. Esse perfil pode ser notado, em alguma região interiorana próxima de alguma metrópole (ex.: alguma cidade interiorana de SP e SP/capital).Logo, o servidor se sente desestimulado para trabalhar e fica torcendo pelos feriados, férias e pela aposentadoria!!! E, posteriormente pensa em iniciar uma carreira mais prazerosa.

Anônimo disse...

Não espere muito da carreira de servidor público; pois vc poderá ter um rendimento financeiro interessante, mas um trabalho que não é reconhecido.